Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

O Benfica de Sven-Göran Eriksson Não Venceu o Varzim de José Torres

hqdefault.jpg

 Do jogo em Roma em 1983 todos os benfiquistas que o viram têm as melhores recordações. Se perguntar qual foi o jogo imediatamente a seguir que o Benfica fez, poucos saberão responder.

O Youtube é nosso amigo quando nos dá o resumo do Varzim - Benfica, partida para o campeonato na ressaca do grande triunfo em Roma.

Foi a 6 de Março de 1983. O Benfica esteve a perder desde o minuto 20 com um golo presidencial, já que Washington (pai de Bruno Alves) tem nome de presidente, segundo o comentador da RTP.

Uma delicia rever esta equipa que fez a dobradinha e foi à final da UEFA mas não conseguiu ganhar na Póvoa de Varzim à equipa treinado por José Torres.

Bento de azul. Sem polémicas.

Paneira Merece Mais Respeito, Presidente do Varzim!

4531738_uJkjR.jpeg

Desde que Vítor Paneira aceitou o desafio de treinar o Varzim no CNS redobrei a minha intenção na luta pela subida à Liga de Honra (oficialmente ainda se chama assim a 2ª divisão?).

No caso do Varzim nem era complicado ir acompanhando os resultados jornada a jornada porque tenho amigos muito ligados ao clube e quero que sejam felizes. Por isso, acabo por torcer pelo sucesso do histórico clube da Póvoa.

A luta esta época está renhida, como era de esperar. O Famalicão e o Fafe estão na corrida e neste momento vão à frente do Varzim. A questão é que faltam três jogos e a equipa da Póvoa só depende de si. E o que faz o presidente do Varzim? Despede Vítor Paneira!

A indignação ultrapassou a curiosidade interna e espalhou-se um pouco por todo país, especialmente entre benfiquistas que admiram Paneira.

Alguma conversas com amigos locais e confirma-se a sensação que ficou da inesperada notícia. Um presidente ciumento e que lida mal com o protagonismo maior e natural dos seus empregados. É a história mais antiga do futebol.

 

Por outro lado, um Presidente que soube que a família do seu treinador foi mal tratada nas bancadas do Sousense e nada fez, também não merece muita sorte na vida.

O despedimento de Paneira é um tiro no pé e não deve haver nenhum adepto contente com a decisão.

Não é assim que se trata um craque como Vítor Paneira, sr. Presidente do Varzim!