Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Fantasy Leagues e Prognósticos Para Todos os Gostos e Feitios: Juntem-se

Aqui ficam todos os links e códigos para as diversas ligas Red Pass nos diferentes desafios em modo Fantasy que muitos de nós gostam de acompanhar em algumas competições ou mesmo em todas. Portugal, Inglaterra, competições da UEFA e ainda a fase de qualificação para o Euro 2016. Escolham, juntem-se e divirtam-se.

 

Portugal

Liga Record

 

UEFA

Champions League

Fantasy: 203760-586028

Predictor JOGOS: 203760-493750

Predictor GRUPOS: 203760-493751

 

Europa League

Fantasy: 203760-594234

Predictor: 203760-493753

 

Inglaterra

Premier League

Fantasy Classic: 1666264-379624

Head-to-Head: 1666264-379678

 

Qualificação Euro 2016

Fantasy: 203760-581233

Premier League 2014/15 - Um guia leve e rápido. Uma frase, um craque e uma aposta

 

Começa hoje o campeonato mais espectacular entre as ligas de topo europeu. A Premier League arranca com vários candidatos ao título prometendo meses de grande emoção a cada jornada. Com rectas finais épicas nas últimas temporadas e uma passagem alucinante entre o Natal e fim de ano, a Liga inglesa está melhor que nunca. Além dos clássicos candidatos como Arsenal, Manchester United ou Liverpool há os novos ricos Manchester City e Chelsea que apontam a mira sempre para o título. Sobram 3 portugueses, José Fonte, Nani e Vaz Tê em campo, com Mourinho a dominar as atenções no banco. Curiosidade para saber como Leicester, Burnley e QPR lidam com a subida de divisão e assistir à luta pela permanência é outro atractivo da Premier. Há ainda a motivação extra da fantástica Fantasy League. Tudo para ver na Benfica TV.

 

ARSENAL

Com o eterno Arsene Wenger no comando, os londrinos parecem estar no bom caminho para se chegarem mais à frente no topo do futebol inglês. Apesar do 4º lugar, o Arsenal venceu a FA Cup e inaugurou a época com uma convincente vitória na Community Shield. Depois da chegada de Ozil o clube resolveu continuar a investir a sério em reforços e esta época chega Alexis Sanchez. Se conseguirem estagnar o surto habitual de lesões os gunners poderão ter uma palavra a dizer na luta pelo primeiro lugar.

Craque: Mesut Ozil

Revelação: Alexis Sanchez

 

ASTON VILLA

Terminaram em 15º e andam a ameaçar seriamente um reencontro com os rivais de Birmingham na divisão secundária. Com problemas directivos e sem grande capacidade financeira para reforços o treinador Paul Lambert conta como grande novidade para esta época com a companhia de Roy Keane na equipa técnica. Teria dado mais jeito ter Keane como jogador porque como adjunto, e fazendo fé no que Sir Alex Ferguson conta na sua biografia, é mais ameaça ao lugar de Lambert do que ajuda. As esperança estão depositadas no avançado belga Benteke, a recuperar de lesão, e nos reforços Philippe Senderos, Joe Cole e Kieran Richardson. Vai ser uma dura luta para os homens de Villa Park.

Craque: Benteke

Revelação: Jack Grealish

 

BURNLEY

Uma bonita campanha na Championship com um novo máximo de pontos do clube, 93, valeu o regresso à Premier. Desde logo a estreia no mítico Turf Moor contra o Chelsea gera expectativas já que na última presença entre os maiores houve vitória contra o Manchester United na abertura da Liga. O Burnley manteve o núcleo duro e o treinador Sean Dyche. As contratações de Steven Reid e Matty Taylor trazem experiência à equipa que vai depender da finalização de Danny Ings para tentar fazer melhor do que conquistar 4 pontos fora de casa, pobre registo com que se despediram da Premier.

Craque: Danny Ings

Revelação: Michael Kightly

 

CHELSEA

Ao segundo ano José Mourinho costuma ser arrasador, foi sempre campeão em todos os clubes que treinou na 2ª temporada! Só este facto já deve ser mais do que uma preocupação para os adversário. Juntemos os reforços Drogba, Fabregas, Diego Costa e Filipe Luis, além do regresso de Courtois, e facilmente vemos aqui uma equipa preparada para atacar o trono. As partidas de Lampard e Cole são as grandes baixas mas parecem ser riscos bem calculados por Mourinho. Depois de uma época a seco seria estranho não ver o Chelsea a festejar algo no fim da época.

Craque: John Terry

Revelação: Diego Costa

 

CRYSTAL PALACE

Foi daqui que saiu a história mais bonita da Premier da última época. Começaram com 9 derrotas nos primeiros 10 jogos. Chegou Tony Pulis e acabaram em... 11º lugar! O Crystal Palace tornou-se uma equipa sólida a defender e um adversário árduo de bater. A manutenção de Pulis e de boa parte da equipa permitia encarar a nova época com optimismo, a chegada de Fraizer Campbell deve ajudar na frente de ataque a resolver problemas. No entanto Tony Pulis e a direcção não se entenderam à entrada do novo campeonato e o Crystal Palace ficou surpreendente sem treinador! Adivinha-se um começo confuso.

Craque: Mile Jedinak

Revelação: Fraizer Campbell

 

EVERTON

Há um ano a partida de David Moyes deixava os adeptos apreensivos. A chegada de Roberto Martinez era vista com desconfiança. O futebol é rico nestas reviravoltas, hoje Moyes está sem clube e Martinez é um herói em Goodisson Park. Uma excelente época conquistando o 5º lugar com um futebol muito interessante e atractivo fizeram do Everton uma das equipas em destaque na Liga. Aproveitar os empréstimos de Lukaku e Gareth Barry foi um dos segredos de Martinez que agora os garantiu em definitivo. Mantendo os impressionantes alas Coleman e Baines, renovando com o incrível miúdo Ross Barkley, o Everton tem todas as condições para mais uma época de espectáculo.

Craque: Ross Barkley

Revelação: Conor McAleny

 

HULL CITY

O treinador Steve Bruce não só manteve o Hull entre os grandes após a subida de divisão como conseguiu levar a equipa a Wembley para disputar a final da FA Cup com o Arsenal, feito que apurou os tigres para uma impensável aventura europeia! Agora o desafio é fazer boa figura na Liga Europa e, essencialmente, garantir a manutenção na Premier o mais depressa possível. Foi esse o segredo da época passada, somar pontos até ao natal. Depois do ano novo a campanha foi desastrada, 14 derrotas em 21 jogos, mas o objectivo foi cumprido. Mantendo o excelente Curtis Davies na defesa mais Huddlestone no meio campo e com o reforço de Jake Livermore a título definitivo após empréstimo, Robert Snodgrass e o sangue novo de Harry Maguire e Andrew Robertson, Bruce tem argumentos para continuar o bom trabalho.

Craque: Curtis Davies

Revelação: Harry Maguire

 

LEICESTER CITY

Uma impressionante caminhada para a Premier com mais de 100 pontos conquistados, 83 golos marcados e 31 vitórias no Championship, trouxe de volta o Leicester sob o comando de Nigel Pearson. Porém agora o desafio é mais duro. As raposas terão de reunir mais jogadores com experiência de Premier League porque o bom trabalho na divisão secundária pode não chegar para impressionar. Matthew Upson, Marc Albrighton e Leandro Ulloa são reforços de qualidade mas a equipa terá de se adaptar a novas exigências, começando pelo avançado Dave Nugent que já sabe que não é tão fácil marcar na primeira como foi na época passada.

Craque: Drinkwater

Revelação: Leandro Ulloa

 

LIVERPOOL

Há muito tempo que o Liverpool não entusiasmava tanto na Premier os seus fieis seguidores. Na época passada o título de campeão chegou a ser perfeitamente possível em Anfield Road mas um final desastrado, simbolizado na queda de Gerrard, deitou tudo a perder e os reds terminaram em 2º. Com a saída de Suarez fica no ar a dúvida de Brendan Rodgers conseguirá repetir a façanha e concretizar o objectivo que foge de Liverpool há décadas. O dinheiro do Barcelona foi aplicado em Southampton com a compra de Adam Lallana, Rickie Lambert e Dejan Lovren, e nas apostas em Emre Can e no ex-Benfica Lazar Markovic. Fica a faltar outro avançado, Lambert não chegará para fazer esquecer Suarez. De regresso à Champions e com ilusão de lutar pelo título interno, Rodgers tem um aliciante desafio pela frente.

Craque: Gerrard

Revelação: Markovic

 

MANCHESTER CITY

Os novos ricos de Manchester ganharam 2 dois dos últimos 3 campeonatos. O dificil seria não ganhar nenhum com um plantel de qualidade obscena e num clube que o limite para gastar só esbarra no polémico fairplay financeiro. Esta época chegam do Porto Mangala, o mais caro defesa da história do futebol britanico, e Fernando. Willy Caballero vem para a baliza mas a grande atracção é a chegada de Frank Lampard. O simbolo do Chelsea é a mais recente prova do poder do dinheiro.

Pellegrini vai tentar levar o City ao primeir bi-campeonato da história do clube e terá que mostrar trabalho na Champions. Argumentos não lhe faltam.

Craque: Aguero

Revelação: Fernando

 

MANCHESTER UNITED

A sucessão de Alex Fergusson parecia controlada com a escolha de David Moyes mas rapidamente tornou-se num pesadelo para os red devils. Um 7º lugar na Premier League é o que Louis Van Gaal herdou. De fora da Europa o United terá todo o tempo do mundo para se concentrar na reconquista do seu lugar no topo da tabela. O treinador holandês traz o sistema 3-5-2 na cabeça para implementar. Veremos se tem jogadores de acordo com as suas ideias. Para já as chegadas de Ander Herrera e Luke Shaw parecem insuficientes para contrariar as saídas de Patrice Evra, Rio Ferdinand e Nemanja Vidic. Uma coisa é certa, há que contar com o Man United na luta pelo título com Mata, De Gea, Rooney e RVP em forma.

Craque: Robin Van Persie

Revelação: James Wilson

 

NEWCASTLE

Manter Alan Pardew no banco dando-lhe jogadores da qualidade de Siem De Jong, Jack Colback, Remy Cabella e Emmanuel Riviere, é uma espécie de ultimato ao treinador. Após o 10º lugar a direcção do Newcastle exige mais e se Pardew não garantir um arranque de temporada convincente tirando partida dos reforços garantidos então podemos ter aqui uma das primeiras mudanças de treinadores. O começo com MAnchester City não ajuda mas depois seguem-se Aston Villa e Crystal Palace. Boa sorte, Alan.

Craque: Tim Krul

Revelação: De Jong

 

QUEENS PARK RANGERS

Harry Redknapp caíu com a equipa para a Championship e cumpriu a promessa de os fazer regressar à divisão maior. Chamou Glen Hoddle para o ajudar a comandar a equipa no banco e garantiu reforços importantes como Rio Ferdinand, com quem trabalhou no West Ham, Steven Caulker, Mauricio Isla e Jordon Mutch. O QPR terá que fazer bem melhor que os 25 pontos da última temporada na Premier e parece ter argumentos para isso.

Craque: Joey Barton

Revelação: Steven Caulker

 

SOUTHAMPTON

A excelente temporada dos saints não deixou ninguém indiferente. Terminaram em 8º mas mostraram algum do melhor futebol que se viu nos estádios ingleses. O resultado foi uma debandada enorme com o técnico Mauricio Pochettino à cabeça. Para começar uma nova era os dirigentes apostaram no holandês Ronald Koeman que trouxe da liga holandesa o promissor Dusan Tadic e o avançado Graziano Pellè, um goleador que há muito pedia um salto para uma liga melhor. Fraser Forster foi contratado para a baliza que tem sido de Artur Boruc, o que leva os adeptos a desconfiarem da capacidade dos responsaveis em colmatar o êxodo das principais figuras do 11 que fez história até ao verão.

Craque: Boruc

Revelação: James Ward-Prowse

 

STOKE CITY

Muito bom o trabalho de Mark Hughes levando o Stoke ao 9º lugar, o melhor nos últimos 40 anos para o clube! Uma vez que as peças fudamentais continuam às ordens de Hughes é tempo de olhar para os reforços e perceber que o nível alto se pode manter. Bojan e Mame Biriam Diouf estão a deixar os adeptos loucos de optimismo e espera-se que venham a aumentar a qualidade da equipa.

Craque: Arnautovic

Revelação: Bojan

 

SUNDERLAND

O treinador Gus Poyet assinou uma das escapadas mais épicas de sempre à descida de divisão. Quando as contas para a manutenção estavam muito complicadas o Sunderland surpreendeu o mundo ao garantir pontos contra Manchester United, Chelsea e Manchester City. Tudo a jogar fora, em Londres foi a primeira derrota de Mourinho em anos! Depois disto os adeptos só pedem uma temporada tranquila, para isso devem contribuir as compras de Jordi Gomez, Costel Pantilimon, Billy Jones, Patrick van Aanholt e, especialmente, Jack Rodwell.

Craque: John O'Shea

Revelação: Wickham

 

SWANSEA

Uma inesperada revolução aconteceu no clube galês a meio da época com a saída de Michael Laudrup e a entrada em cena Garry Monk que aguentou bem o barco até ao 12º lugar final. Agora com a renovação de plantel novos heróis pedem para entrar em cena no Liberty Stadium. Lukasz Fabianski na baliza, Gylfi Sigurdsson, Bafetimbi Gomis e Jefferson Montero, farão companhia à estrela Wilfried Bony dando garantias de uma época tranquila entre os maiores do futebol britânico.

Craque: Bony

Revelação: Jefferson Montero

 

TOTTENHAM

Mais uma época de ilusão em White Hart Lane na esperança de chegarem aos top 4 da Premier. Nova mudança técnica, agora a aposta cai em Mauricio Pochettino, assinou grande trabalho em Southampton, que traz alguns reforços para Londres: Michel Vorm para a baliza, Ben Davies ou Eric Dier, vindo do Sporting, são jogadores que se juntam a um valioso plantel que tem condições para subir uns degraus na tabela.

Craque: Erik Lamela

Revelação: Ben Davies

 

WEST BROMWICH ALBION

Alan Irvine é o homem escolhido para guiar a equipa na sua 5ª temporada seguida na Premier. Com as finanças em bom estado e um plantel equilibrado a tarefa de Irvine é garantir a manutenção o mais rápido possível. Carlos Gamboa que brilhou no Mundial pela Costa Rica, Joleon Lescott e Brown Ideye, o mais caro reforço vindo do Dínamo de Kiev, são as maiores atracções para esta época.

Craque: Joleon Lescott

Revelação: Brown Ideye

 

WEST HAM

Vai ser um começo delicado para Sam Allardyce que acabou a temporada passada muito contestado por adeptos e até pela direcção. Big Sam precisa de um arranque convincente e forte. Para isso conta com os reforços Mauro Zarate e Enner Valencia, Carl Jenkinson vem por empréstimo do Arsenal, e o médio Cheikhou Kouyate garante qualidade para o meio campo.

Craque: Kevin Nolan

Revelação: Mauro Zarate