Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Red Pass

Rumo ao 37

Red Pass

Rumo ao 37

Dinamo Zagreb 1 - 0 Benfica: Para Rectificar na Luz

dinamo.jpg

Foi, claramente, a exibição menos interessante do Benfica de Bruno Lage. Há vários factores que podem explicar esta derrota e o resultado negativo.

Quando se fazem opções claras e todos ficam confortáveis com os riscos corridos, então não há que dramatizar muito. Contextualizando este desafio, é preciso perceber que o Benfica vem do ponto mais alto da época, foi ao Porto roubar a liderança ao rival no campeonato, e precisa confirmar essa liderança na próxima 2ª feira contra a SAD do Belenenses que está num bom momento e venceu o Benfica na primeira volta. 

Assim sendo, Bruno Lage optou por ir a jogo sem André Almeida, Samaris, Rafa e Pizzi. Manteve a dupla da frente e tentou garantir as boas dinâmicas com as presenças de Gabriel, da dupla da frente e do quarteto defensivo, que só teve Corchia como novidade. Ficou a ideia que o Benfica assumiu na Croácia que esta eliminatória é para decidir na Luz. 

No entanto, o balanço final desta primeira parte do duelo com o Dinamo deixa sinais preocupantes. Desde logo a lesão de Seferovic que acabou por afectar toda a manobra ofensiva do Benfica. A partir daqui Bruno Lage teve que ir improvisando. Puxou Gedson da direita para o meio, lançou Cervi, recorreu a Rafa e a Zivkovic. Nenhuma das opções resultou em melhorias dentro campo. Krovinovic foi titular e não aproveitou a aposta, demasiado ansioso e perdido nas movimentações da equipa. Aliás, pareceu-me que o grande problema do Benfica foi mesmo posicional, demasiados jogadores fora das zonas de decisão e dinâmicas perdidas. 

Rúben Dias teve um momento infeliz que marcou o jogo, fez penalti e Petkovic fez o resultado. 

O Benfica teve uma oportunidade por Grimaldo, bom passe de Gabriel e João Félix a deixar passar mas foi a excepção numa noite cinzenta. 

Hoje a equipa não correspondeu ao que foi pensado para o jogo, o Dinamo fez o seu jogo, confirmou a qualidade que tem com bola e sem bola.

O resultado de 1-0 em provas europeias é muito traiçoeiro. Se os croatas marcarem na Luz a tarefa fica muito complicada. Mas o Benfica de Bruno Lage tem mostrado uma capacidade goleadora que dá esperanças para uma reviravolta na próxima semana. Terá de ser um Benfica de campeonato nacional, não poderá voltar a repetir esta versão alternativa de lado b

Fica a eliminatória em aberto, tal como o treinador do Benfica previu antes do jogo mas agora a margem de erro do Benfica é muito curta.

Há alguém que não acredite na remontada na Luz?