Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Benfica é o 11º clube da Europa com maiores receitas de bilheteira

Estudo da Deloitte mostra que o Benfica é o único clube português entre os 30 com maiores receitas globais na Europa e refere que equipa pode estar nas "20 mais" no próximo ano.

As receitas do Benfica nas bilheteiras e na publicidade estão bem posicionadas em relação aos outros clubes de futebol da Europa e, embora o desempenho dos ganhos com a transmissão televisiva já não seja tão bom, os “encarnados” são a 26ª maior equipa do Velho Continente no que diz respeito às receitas globais. Mais nenhum clube português aparece entre os 30 maiores do Velho Continente.

Segundo o estudo “Football Money League- The Untouchables”, da consultora Deloitte, o clube da Luz gerou, em 2009/2010, 98,2 milhões de euros. Ainda assim, este valor fica mais de quatro vezes abaixo do atingido pelo Real Madrid, o grande protagonista, que apresentou 438,6 milhões de euros.

Em relação às receitas da jornada (onde também estão incluídos os rendimentos com os sócios), os “encarnados” estão na 11ª posição, com 40,2 milhões de euros arrecadados. O campeão nacional supera clubes como o italiano Inter (vencedor da Liga dos Campeões no ano passado) e o espanhol Atlético de Madrid, cujos valores se fixam nos 38,6 milhões e nos 35,9 milhões de euros, respectivamente. O Real Madrid volta a ocupar o lugar cimeiro, marcando os 129,1 milhões de euros, mais de três vezes acima do que o registado pelo clube dirigido por Luís Filipe Vieira.

Além das bilheteiras, os “encarnados” também estão bem situados em relação às receitas comerciais, que incluem os patrocínios, o marketing e o “merchandising”, ocupando o 17º lugar. Fixando-se nos 41,2 milhões de euros, o Benfica supera, por exemplo, o Tottenham e o AS Roma. O primeiro lugar é ocupado desta vez não pelo Real Madrid mas pelo Bayer de Munique, que contabiliza 172,9 milhões de euros.

Por sua vez, o rendimento do Benfica na tesouraria no que diz respeito às receitas televisivas não é tão positivo relativamente a outros clubes europeus, já que não aparece nos vinte mais poderosos neste aspecto e recebe apenas 16,8 milhões de euros. O último clube dos 20 que mais recebem com a transmissão em televisão é o britânico Fulham, com 62 milhões de euros, que alcança quase quatro vezes mais do que as “águias”. O Barcelona consegue 178,1 milhões de euros e fixa-se no primeiro lugar neste indicador, 20 milhões acima do Real Madrid, o segundo classificado.

Sobre o próximo ano, a Deloitte escreve que o Benfica pode vir a estar novamente presente no “Money League” (que agrega os 20 clubes com mais receitas) pela primeira vez desde 2005/2006. A participação na Liga dos Campeões e na Liga Europa na presente época pode permitir a reentrada.

 

Jornal de Negócios