Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Fernando Chalana, o Eterno Genial Faz Anos

 

Fernando Chalana é um dos meus ídolos de infância e um dos responsáveis pelo meu orgulhoso benfiquismo. Daquela equipa do principio dos anos 80 Chalana foi o expoente máximo que albergava velocidade, irreverência, qualidade e genialidade!

A sua imagem era a mais invejada na escola primária onde andei. A camisola sempre por fora dos calções, as meias quase sempre em baixo, o festejo de golos que arruinava os nossos joelhos porque ele deslizava ajoelhado sobre a relva, nós era sobre a pedra da calçada mas tínhamos que imitar aquele festejo. O cabelo comprido, o obrigatório bigode e uma maneira de jogar que nos habituou muito mal naquele flanco esquerdo. Foi o melhor extremo esquerdo que vi jogar no Benfica. Aliás, que tive a enorme sorte de ver jogar ainda várias épocas no Benfica. Graças a ele o Futre nunca me impressionou muito. Graças a Chalana fiquei vacinado contra as saídas dos grandes jogadores para o estrangeiro. Não esqueço aquele verão em que ele foi vendido ao Bordéus. Fiquei incrédulo e não conseguia perceber como é que diziam ser um grande negócio para o Benfica. O Chalana para mim não tinha preço. Depois dessa facada nunca mais sofri assim com a saída de ninguém, serviu de lição.

Chalana foi dos poucos jogadores que me fizeram vibrar de igual modo com o manto sagrado ou com a camisola da Selecção. Era um regalo vê-lo fintar em velocidade, sentar adversários, cruzar perfeitamente a bola para alguém encostar.

Chalana além de genial na ala era um jogador absolutamente decisivo porque marcava golos. Grandes golos e em grandes jogos. Aparecia quando era preciso e saltou assim para o patamar dos melhores de sempre do nosso clube.

 

Em 1982/83 resolveu este derby:

 

 

 

 

E muitos outros jogos ficam na minha memória, como toda a caminhada para a final da Taça UEFA, por exemplo.

Fernando Chalana é uma lenda viva do nosso glorioso clube e a geração mais nova deve investigar bem a carreira dele e perceber porque é que os mais velhos não engolem qualquer Di Maria à primeira. Podem começar pela tese de Helena Ramos:

Perfil de Fernando Chalana: Uma Luz para lá do estádio.

 

Hoje faz anos. Parabéns, pequeno genial!

 

 

Leiam: Vedeta ou Marreta

 

Totais no S.L.Benfica: 310 Jogos / 47 Golos
(Campeonato 224/36, Taça de Portugal 35/5, Supertaça Cândido de Oliveira 7/0 e Eurotaças 44/6)
.
Estreia: 7 de Março de 1976, na Luz (S.L.Benfica 3 - Farense 0)
O Velho Capitão fê-lo entrar aos 45' para substituir o capitão Toni.
.
Último jogo: 20 de Maio de 1990, na Luz (S.L.Benfica 1 - Belenenses 0)

3 comentários

Comentar post