Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Santa Clara 0 - 2 Benfica: Regresso Triunfante aos Açores

st.jpg

Desde 2002 que o Benfica não jogava nos Açores para o campeonato. Esteve lá em 2009 num jogo amigável que na altura deu o que falar porque era o arranque daquele Benfica entusiasmante de Jorge Jesus mas era um encontro particular.

Este regresso não foi um jogo normal de rotina da Liga. O resultado foi normal, exibição tranquila, triunfo sem contestação. Até deu a ideia que o resultado podia ter sido mais robusto e a exibição mais exuberante. 

Só não foi uma vitória rotineira porque o Benfica vive dias de interrogações à volta da sua equipa de futebol. Este foi o segundo jogo de Bruno Lage que tem aproveitado bem a oportunidade para mostrar as suas ideias, apontar o dedo às fragilidades da equipa e em vez de se pôr em bicos de pés com os resultados positivos prefere ser frontal e directo lembrando que a equipa tem o dever de reconquistar os sócios do Benfica e de trabalhar muito para atingir melhores níveis de qualidade de jogo. 

Aliás, é Bruno Lage quem faz a grande notícia à volta da situação actual do Benfica quando diz na conferencia de imprensa que o 4-4-2 é sistema para ficar. 

Para este jogo optou por dar mais presença no corredor central com a surpreendente entrada de Gabriel, Pizzi foi para a direita onde Salvio ainda não mostrou o suficiente para recuperar o lugar. Zivkovic foi a jogo no lugar de Cervi e manteve a dupla atacante. 

Muita pressão na saída de bola adversário, mais posse de bola, jogadores mais juntos e mais presença na área adversária. Parecem princípios básicos mas precisam de trabalho e dedicação por parte dos jogadores.

O Benfica fez o 0-1 por Seferovic e só não foi para o intervalo a ganhar por mais porque o VAR resolveu estragar uma boa decisão do árbitro que considerou penalti sobre Pizzi. O VAR cá está sempre para atrapalhar uns e ajudar outros. Não houve penalti mas houve expulsou para o Santa Clara. 

Na 2ª parte o Benfica entrou muito bem e fez o 0-2 de maneira natural, Jardel de cabeça num canto. Depois, a equipa falhou várias vezes a hipótese de construir uma goleada.

O objectivo principal foi cumprido, terminar a 1ª volta com uma vitória, subir mais um lugar na tabela e continuar a vencer.

Com estas duas vitórias fica a ideia que a mudança técnica no Benfica pode ser de prazo maior e o lugar provisório de Bruno Lage pode ser estendido para a 2ª volta do campeonato. A leitura é sempre subjectiva, se estes dois jogos não tivessem rendido 6 pontos agora estava-se a especular quem seria o treinador escolhido para vir para a Luz. Assim, a solução pode estar encontrada. Com todos os riscos que vitórias contra adversários como Rio Ave e Santa Clara possam vir.

Aguardemos pelo jogo da Taça de Portugal da próxima semana para termos uma ideia mais clara do futuro imediato do Benfica.