Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Final da Taça da Liga Modernaça

CE5SaUEWgAAAcy8.jpg

 

A Liga anunciou que a final da Taça da Liga terá um sistema de linha de golo idêntico ao do Mundial 2014 e ao da Premier League. A Liga revelou, também, que pretende introduzir outras tecnologias nas restantes competições profissionais.

 

Para a Liga o maior problema, ao que me parece, é mesmo conseguir marcar datas e horas para os jogos das suas competições. De resto estão na crista da onda!

Os Jogos Com o Vitória na Era Jesus

 IMG_0132.jpg

Tudo começou em Guimarães. Não estou a falar de Portugal mas da já longa carreira de Jorge Jesus à frente do Benfica em jogos fora da Luz.

Em Agosto de 2009, ainda na pré época, o Benfica de Jesus dava os primeiros passos e mostrava em campo que as promessas de futebol a dobrar eram para ser levadas a sério. No Torneio da Cidade de Guimarães vi o jogo com o Portsmouth, agora mergulhado nas divisões secundárias de Inglaterra, e comecei a levantar as minhas dúvidas quanto à capacidade do novo treinador do Benfica. A diferença de atitude em campo era tão grande para o que estava habituado até aquele verão, que rapidamente comecei a ficar entusiasmado.

 

Depois a estreia oficial na Luz com o Marítimo arrefeceu os ânimos. Um empate a uma bola desmoralizante. Poucos dias depois aconteceu a estreia europeia com o Vorskla Poltava e a goleada por 4-0 voltou a elevar as expectativas.

A primeira deslocação no campeonato não podia ser mais complicada, Guimarães com Pedro Proença a apitar. Vitória épica no fim do jogo com cabeçada de Ramires num canto livre de Fábio Coentrão. Estive lá e relatei assim o 0-1.

 

Foi só o começo de uma dura luta de vários jogos com os minhotos. Uma luta que está longe de ter um saldo completamente positivo para nós. O Vitória tem sido das equipas que mais dissabores deu a Jesus.

Na Taça de Portugal, ainda em 2009, o Vitória foi à Luz afastar o Benfica do Jamor. Em Janeiro de 2010, na Taça da Liga em Guimarães, empate 1-1. No fim desse mês, finalmente, nova vitória do Benfica para o campeonato, que havia de conquistar, 3-1.

 

Na temporada 2010/11 nova passagem pelo D. Afonso Henriques logo no começo da Liga e uma derrota por 2-1 com uma arbitragem de Olegário Benquerença miserável e histórica. Na 2ª volta, vitória tranquila na Luz por 3-0.

Em 2011/12, três encontros. Novamente no começo do campeonato, mas agora na Luz, vitória suada por 2-1. Em Janeiro uma goleada no Minho por 1-4 para a Taça da Liga. Um mês mais tarde, no mesmo estádio, uma das mais duras derrotas de Jesus. 1-0 e o campeonato a começar a fugir ali.

 

Em 2012/13, apenas em dois jogos para a Liga, o Benfica faz 7-0. Na Luz 3-0, em Guimarães um excelente 0-4. O pior ficaria para o fim. Naquele trágico final de época, o Vitória aproveitou a onda e ganhou a Taça de Portugal ao Benfica em pleno Jamor!

 

Na época passada dois magros resultados de 1-0 deram 6 pontos ao Benfica nos confrontos para o campeonato.

Esta época, na 1ª volta, triunfo por 3-0 na Luz. Segue-se viagem a Guimarães para o jogo mais esperado da época.

 

Portanto, desde o Jamor que o Benfica ganha os jogos com o Vitória sem sofrer qualquer golo. Mas o historial aqui apresentado é mais do que suficiente para sabermos ao que vamos.