Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Sporting 1 - 1 Benfica: Olé!

1.jpg

Todas as fotos: João Trindade

 

 Indo directo ao que interessa, este empate 1-1 é muito melhor que um empate a zero que se adivinhava até perto do fim. Então se for conquistado depois do 1-0, olés e para lá do minuto 92, é ouro.

 

Mas comecemos pelo principio.

Folgo em ver que o Luisão não desceu ao nível dos rivais no momento da escolha de campo e respeitou a tradição da casa ao contrário do que eles costumam fazer na Luz.

Também quero assinalar aquela coreografia a sugerir que a rapaziada verde é honrada e diferente depois de anos e anos de carinhos e recepções nas tribunas presidenciais de Alvalade e Dragão com trocas e vendas de jogadores entre eles. Aliás, até tiveram oportunidade de mostrar o que aprenderam com os amigos azuis quando gritaram e repetiram todos juntinhos: VISITANTE: ZERO!

Em vez de investirem em coreografias pouco convincentes, invistam em tapar aquele fosso absolutamente aberrante onde caiu hoje mais um pobre sportinguista.

7.jpg

 Falemos do jogo. A expectativa para um derby é sempre ver um Benfica dominador e atacante à procura da vitória. Foi de estranhar a escolha de André Almeida para o meio campo. Mas tirando esta surpresa a equipa do Benfica apresentava a dupla atacante do costume, Lima e Jonas, com Salvio e Ola John nas alas, Samaris atrás dos atacantes e a ajudar André no meio. Na defesa Luisão e Jardel, apesar do rumor que algum deles não estaria bem no aquecimento, Eliseu e Maxi nos corredores laterais e Artur de regresso à baliza.

2.jpg

 Começo por Artur, excelente resposta à vergonhosa pressão que os media fizeram durante toda a semana. Até parece que não ganhámos derbys com Artur na baliza noutras épocas. Até com Roberto...

 

Esperava uma entrada forte do Benfica mas a desilusão rapidamente se instalou na minha deprimida alma. Já não bastava ter que ver um derby sem ser no estádio por razões de recuperação da operação que fiz durante a semana, ainda tive que assistir a um jogo fraco via televisão.

O corredor esquerdo do Benfica parecia uma recta de terror, Eliseu e Ola John estiveram sempre no limite da asneira. O holandês porque não ajudava a fazer a diferença no ataque, o açoriano porque facilitou tanto que entrou na corrida para o melhor em campo pelos da casa.

Salvio na direita também não foi muito mais feliz mas Maxi jogava por todos. Grande Maxi. Luisão e Jardel estiveram ao nível que se exige.

 

O jogo na primeira parte foi aborrecido demais para ser digno de um derby. Tudo a zero ao intervalo.

6.jpg

 Pior que os primeiros 45 minutos parecia impossível mas o regresso do jogo não trouxe muito mais qualidade. Muita luta, muita entrega, muita movimentação táctica mas não se vislumbrava uma oportunidade de golo. No total lembro-me de duas, uma cabeçada de Carrillo negada por Artur, e uma excelente abertura de André Almeida a isolar Jonas que em vez de rematar para golo resolveu oferecer de cabeça a bola a Lima que já não a apanhou em condições.

 

Quando começava a parecer óbvio que o empate era um mal menor para uma das piores exibições que vi do Benfica em Alvalade no reinado de Jesus apareceu o golo do Sporting. Uma oferta de Samaris que fez grande exibição mas estragou tudo com um passe que isolou João Mário. Artur ainda respondeu com grande defesa mas na recarga Jefferson fez o golo que parecia ter garantido a conquista da Champions League, da CAN, do campeonato, do Mundial e do Europeu, tudo ao mesmo tempo com Alvalade em loucura.

4.jpg

 Era preocupante sair dali com uma derrota, ainda para mais inventada por um jogador nosso, e com os rivais em êxtase. Depois saiu Nani para a ovação, como se tivesse feito um jogo maravilhoso, houve tempo para a malta da casa mostrar a sua devoção por touradas com um belo coro de olés, houve cânticos sobre lampiões, houve duas bolas em campo para retardar o recomeço de jogo e houve um livre para o recém-entrado Pizzi meter a bola na área de Patrício que levou a um lançamento lateral de Maxi para depois aparecer Jardel a acabar com aquela festa toda e deixar em delírio a malta que está habituada a festejar títulos a sério.

3.jpg

 Pelos vistos não aprenderam nada com os festejos alheios a que se colaram na altura que o minuto 92 estava do lado errado da barricada. É pena.

 

O Patrício não fez uma defesa? Pois não, se tivesse feito não tinham perdido mais pontos em casa. O Artur fez duas, uma deu golo outra deu canto. Por isso é que continuamos 7 pontos à frente da malta verde da tourada. Olé!

 

Foi um final feliz para o Benfica que dá um outro valor ao empate. Uma exibição horrível em termos atacantes e uma noite de desilusão por não termos visto a equipa a jogar o seu futebol habitual mas o golo de Jardel faz-nos olhar para a realidade e lembrar que passou mais uma jornada há vantagem de 4 pontos para o 2º classificado. Olhando para o calendário é bom lembrar que em breve verdes e azuis terão de jogar no Dragão, alguém se vai queimar. O Benfica tem vantagem pontual e teórica por jogar em casa com Porto e Braga, por exemplo. Podia ser pior.

8.jpg

 Mesmo num derby que me deixou desiludido saímos por cima, isto é ser do Benfica.

Agora é preparar já o próximo derby para a Taça da Liga... Ah, é verdade... Não vai acontecer. É pena. Fechamos assim os jogos com os rivais esta temporada. Mais uma sem perder.