Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Marítimo 0 - 4 Benfica: Não Há Nico? Olá, John!

 

B7qejy4CMAE4ZdW.jpg

 Para a última etapa desta primeira volta do campeonato os rivais agarravam-se à memória da nossa última passagem pelos Barreiros para aumentar a esperança no anunciado escorregão do líder que teima em não facilitar. A deslocação não era fácil e o 2º classificado já tinha cumprido o seu papel.

 

Tudo bom neste regresso à Madeira após a vitória na Choupana em Novembro.

Para começar o estádio do Marítimo já com novas bancadas e cheias de gente. Bonito.

Tal como na Choupana, o arranque do jogo não foi fácil. Muita apreensão quando aos 13' Nico Gaitan sai lesionado.

Foi nessa altura que percebi que a dupla de centrais do Marítimo, Bauer e Ramsteijn, fazia lembrar um festival de heavy metal e podia ser resistente.

Mas as dúvidas rapidamente foram dissipadas com a entrada de um Ola John muito motivado, e rotinado, que resolveu desatar o nó com um passe genial a isolar Salvio que, com uma recepção ao nível da assistência, aproveitou para fazer o 0-1.

 

Estava esquecida a saída de Gaitan e começava-se a notar a mais valia dos regressos dos lesionados com natural destaque para o capitão Luisão. Não é que o central tenha estado perfeito no seu 440º jogo pelo clube (igualou a lenda Eusébio)  mas só a sua presença já dita outro respeito. Também Eliseu regressou à equipa e teve algumas dificuldades mas justificou a escolha de Jesus.

 

A questão da moda, o meio campo do Benfica, foi resolvida com Samaris e Talisca, a dupla natural para Jesus. Curiosamente, ambos tiveram momentos de desconcentração que me irritaram. O grego a meter a mão à bola sem justificação nenhuma a meio campo que podia valer um cartão. O brasileiro, já amarelado, tem uma entrada que lhe podia valer a expulsão.

Surpreendentemente, Jesus optou por manter Talisca na 2ª parte onde o foi avançando no terreno, diminuindo o risco, e acabando por forçar a expulsão garantindo presença em Paços de Ferreira.

 

Depois do 0-1 aconteceu o melhor que este Benfica tem para nos dar: segurança!

Posse de bola, procura pelo segundo golo garantindo tranquilidade para Júlio César.

O Marítimo, que tanto se queixou antes do jogo do estilo de futebol do Benfica, não mostrou nada para o contrariar. Ficou bloqueado!

 

A ganhar pela margem mínima ao intervalo, esperavam-se dificuldades para o Benfica nos primeiros minutos da 2ª parte.

Só que aos 53´ Talisca mostrou que o treinador tinha razão em mantê-lo, isolou Ola John e o holandês fez o que costuma fazer bem em velocidade e aumentou para 0-2. Estava quase resolvido o jogo!

Sem tempo para os homens da casa responderem, 4 minutos depois foi a vez de Salvio fugir pela direita, tentou cruzar e saiu um belo golo. 0-3. Voltou a bisar depois do jogo da Taça de Portugal com o Moreirense.

 

Só com uma hora de jogo é que Júlio César foi chamado a manter o registo imaculado da nossa baliza. Danilo estoirou e o brasileiro defendeu para a barra e canto. Só a partir daqui é que apareceram algumas oportunidades para o Marítimo. O guarda redes chegado esta época já é o que tem mais minutos no campeonato sem sofrer um golo pelo Benfica neste século, 699!

 

A provar que a equipa não abrandou o ritmo está o 0-4 aos 63', Lima regressou aos golos depois de um grande trabalho de Jonas, mais uma bela exibição, e uma prenda de Salvio.

Depois houve tempo para revermos Pizzi no lugar de Talisca, que subiu para o lugar de Lima, e acabou com a companhia de Derley.

 

Desde 2011/12 que o Benfica não vencia em ambas as deslocações à Madeira no campeonato.

 

Jesus festejou o seu 300º jogo oficial pelo Benfica com a 210ª vitória. O Benfica fecha a 1ª volta em crescendo, os lesionados vão regressando, Enzo já lá vai, e as rotinas parecem cada vez mais adquiridas. São tudo boas notícias depois de um arranque rodeado de desconfianças e com exibições recentes menos convincentes.

Já corremos metade dos estádios do campeonato e vamos na frente. Da Madeira já estamos despachados, encaremos a 2ª volta com a mesma determinação com que começámos a corrida na Luz com o Paços de Ferreira.

 

Convocados Para o Funchal

Guarda-redes: Júlio César, Artur e Paulo Lopes;

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Jardel, André Almeida, Lisandro López, Benito e Eliseu;

Médios: Pizzi, Samaris, Talisca, Ola John, Gaitán, Sulejmani e Salvio;

Avançados: Derley, Lima e Jonas.

Resultados de Um Sábado à Benfica

Andebol | SLB 35-22 Passos Manuel

Hóquei | SLB 1-3 Barcelona

Voleibol | SLB 3-0 Esmoriz

Futsal | Braga 1-4 SLB

Basket | SLB 125-59 Galitos

Hóquei em Patins Feminino | O Benfica venceu o CP Voltregà por 8-3, jogo da 1ª mão dos quartos-de-final da Taça Europeia.

 Rugby | Vila da Moita 8-11 Benfica