Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Lembrar 2014, Lançar 2015 Com... Pedro Adão e Silva

Para inaugurar esta iniciativa que marca o final de 2014 escolhi Pedro Adão e Silva.É comentador da actualidade política com presença assídua na televisão, rádio e jornais, adora Surf, melomano de excelente gosto musical, tem uma coluna de opinião semanal com sangue benfiquista no jornal Record e, além de tudo isto e muito mais, foi meu companheiro na Escola Secundária de Benfica há uns aninhos.

SLB_Clube_PedroAdaoSilva_21Janeiro2013_V.jpg

Qual o jogo deste ano que nunca esquecerás e porquê ?

O jogo do título, na Luz contra o Olhanense: primeiro campeonato celebrado com o meu filho no estádio.

 

Das largas dezenas de golos marcados, qual o que mais festejaste ?

Rodrigo contra o Porto depois de uma obra-prima do Markovic na condução de bola e passe.

 

E dos poucos sofridos qual foi o que te custou mais a encaixar ?

Aqueles penalties do Sevilha em Turim...

 

Juntando as duas meias épocas vividas em 2014, qual é o "11" ideal do ano ?

Oblak; Maxi; Luisão; Garay; Siqueira; Rúben; Enzo; Markovic; Gaitán; Rodrigo e Lima

 

De olho em 2015

Jorge Jesus, é para renovar ou já chega e no verão venha outro? Quem?

Para renovar, mas, não renovando, estou aberto a receber o Marco Silva, depois de falhar em Alvalade, ou, para falar de outro benfiquista como nós, o Rui Vitória. Não sendo português, embarcaria numa jogada de risco e ia buscar o Paco Jémez ao Rayo Vallecano.

 

O Mercado de Transferências em Janeiro vai ser um pesadelo ou em Fevereiro estamos muita fortes ?

Parece contraditório mas não é. Tenho pesadelos com a saída de "Enzo, o lúcido", mas estou disponível para acordar e defender, à ultrance, um Benfica pós-Enzo "muintaforte" (acho que é esta a grafia correta).

 

Guardas férias para Maio de maneira a festejares à vontade curando ressacas em casa ou não estás assim tão confiante ?

Se tudo correr como o previsto, conto festejar em Abril. Na verdade, conto festejar todos os fim-de-semanas. Afinal é para isso que serve o Glorioso SLB.

 

 

O Benfica no Dakar com Paulo Gonçalves

1506988_399394140229145_2003801066778244100_n.jpg

 O Campeão do Mundo de todo-o-terreno em 2013 e “motard” oficial da Honda – que se apresentou ontem aos adeptos com uma volta ao relvado da Catedral - conta com um vasto palmarés. Com apenas 35 anos, Paulo Gonçalves soma já 20 títulos de campeão nacional, distribuídos por três modalidades: Motocross, Supercross e Enduro.

Este foi um novo ponto alto da minha carreira. Sou benfiquista do coração e estou extremamente feliz com esta parceria, por ter um Clube com esta grandiosidade como meu parceiro. Depois de várias conquistas, quero discutir a vitória no Dakar e agora com todos os benfiquistas. Esta apresentação no Estádio que o Benfica me proporcionou foi arrepiante e emocionei-me bastante. Obrigado!”, confessou Paulo Gonçalves à BTV.

A edição de 2015 do Rali Dakar irá decorrer entre os dias 4 e 17 de Janeiro, percorrendo um total de 9.300 quilómetros (4.800 dos quais cronometrados), distribuídos por três países: Argentina, Chile e Bolívia.

Benfica 1 - 0 Gil Vicente: Vitória Curta Por Linhas Tortas

gai.jpg

 (Foto: João Trindade) 

 

Um jogo na Luz tão perto do Natal é sempre um dia especial. Pelos adeptos que retardam a saída de Lisboa para verem mais um jogo, pelos adeptos que vêm a Lisboa fazer as suas compras e aproveitam para ver um jogo do Benfica e pelos adeptos que nesta altura do ano regressam a Lisboa e correm para a Luz. Ambiente familiar, muitas crianças, bancadas bem compostas porque os benfiquistas queriam ultrapassar o choque da Taça de Portugal consolidando a vantagem no campeonato tão bem ganha no Dragão.

 

Também por ser uma época especial tive a oportunidade de ceder 3 bilhetes que foram oferecidos depois de umas compras na Megastore do Estádio e que o leitor Tiago Veiga aproveitou no Facebook deste blog para levar os seus dois filhos ao futebol.

 

Tudo certo para o Benfica arrancar para uma exibição convincente com resultado a condizer. Só que a noite não foi nada fácil, a jogar contra uma equipa que ainda não venceu um jogo no campeonato, o Benfica não foi além de um curto 1-0.

A prova que a derrota com o Braga na 5ª feira anulou o entusiasmo trazido do Porto está na exibição fraca do Benfica. Mais do que arranjar desculpas, há que ser realista e o Benfica sem Luisão, Enzo e Salvio não pode ter a mesma qualidade.

Podemos discutir se Lisandro não será melhor do que César ao lado de Jardel, que cumpriu o seu 100º jogo de águia ao peito, podemos discutir se as substituições de Jesus são as mais acertadas mas o que não tem discussão é que a qualidade deste plantel é menor e  que com lesões e castigos, a tarefa fica bem mais complicada.

maxi.jpg

 (Foto: João Trindade) 

 

Era importante marcar cedo para tranquilizar tudo e todos, dentro e fora de campo. Não foi possível, só à passagem da meia hora é que Ola John desmarca Maxi, o melhor em campo,  e fura a muralha de Barcelos. Depois veio a confirmação que o capitão estava fora de jogo. Ok, por isso é que ele não marcou e atirou ao poste para não se dizer que houve um golo irregular. Assim foi Gaitán que aproveitou e na recarga fez o 1-0.

Claro que isto deu barulho. Não é normal validarem golos em fora de jogo num estádio em Lisboa que não tenha como autor o Montero, daí a estranheza.

Obviamente, no estádio não percebi que Maxi estava adiantado mas vendo as imagens não há margem para dúvidas. Mais uma razão para exigir uma goleada e fazer esquecer este erro alheio. Infelizmente, foi mesmo este o único golo da noite. Fomos beneficiados por isso. Podia aqui dizer que é para compensar os erros com que somos prejudicados noutros jogos mas se forem reler as crónicas até Agosto raramente encontram uma frase dedicada a arbitragens. Fica este registo.

 

Nas notas individuais destaco Benito, o defesa esquerdo parece-me estar em plena evolução mostrando bom trabalho desde o verão. Talisca, hoje atrás de Jonas e Lima, vem confirmando o que já escrevi há umas semanas: sem golo parece andar ali meio perdido mas é importante no aspecto do equilíbrio táctico da equipa, isso é evidente. Samaris mantém o mistério em volta dele e as dúvidas aumentam com uma possível saída de Enzo e avanço no terreno. A ver vamos.

samar.jpg

 (Foto: João Trindade) 

 

A segunda parte foi fraquinha, o Gil Vicente ameaçou várias vezes fazer o empate que as bancadas temiam e por isso reagiam com assobios. Aqui dou razão a Jorge Jesus, o pessoal tem que perceber que isto não é um jogo de exibição, mesmo que em época natalícia, e que está em causa uma vitória muito importante para manter a liderança isolada.

Se há jogadores em campo pouco habituados a jogar, se as coisas não estão a sair bem, se há nervosismo pelo resultado curto porque é que das bancadas há de vir uma dose extra de nervos em forma de assobios?! Não faz sentido, temos que perceber o nosso papel. Não vamos todos exibir um QI ao nível de um Ola John ou Tiago (Bebé), ok?

Isto não quer dizer que os adeptos tenham de estar contentes com a fraca exibição, nada disso. Apenas não piorem o cenário. Queremos todos chegar a Maio na frente, certo? Numa maratona destas acontecem jogos menos conseguidos e dos quais não guardamos grandes memórias mas os 3 pontos são essenciais. Foi isso que aconteceu hoje, com o "pormenor" da ausência de jogadores importantes.

 

Não sei se há muitos leitores que em 1990 já acompanhassem o Benfica. Todos os que nasceram por essa altura nunca viram uma campanha tão boa no campeonato até esta altura. Nos últimos anos só em 1990/91 é que o Benfica cedeu um empate e sofreu uma derrota com este número de jogos! A caminhada na Liga está a ser exemplar, o empate foi oferta do Artur a uns tristes que vão a 10 pontos de distância e a derrota foi com o ... Braga, uma espécie de besta negra da Era JJ.

golo.jpg

(Foto: João Trindade) 

 

Não foi brilhante mas na época passada contra este Gil Vicente ainda foi mais arrepiante, como se devem lembrar, e acabou por ser o empurrão para o título. Espero que esta curta vitória seja um passo atrapalhado mas convicto para repetir o sucesso no campeonato.

 

Bom Natal a todos que costumam vir aqui só ler as crónicas, especialmente ao companheiro do Mogadouro que me veio dar um abraço antes do jogo, e não se esqueçam que antes do fim do ano voltamos a jogar na Luz para começar a defender o outro título que temos de ganhar esta época.