Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

81º Campeonato Nacional - Um guia leve e rápido. Uma frase, um craque e uma aposta

Vai começar o 81º Campeonato Nacional de futebol (contando com os 4 campeonatos da Liga de 1934/35 a 1937/38) que já conheceu 70 clubes participantes. Esta época não há estreias mas há regressos importantes, com o Boavista, campeão em 2000/01, em destaque.
Um campeonato virado a norte e litoral, centrado em três clubes, com uma média de assistência global baixa, pouca cultura de apoio aos clubes locais, dominado por treinadores portugueses mas com a legião de jogadores estrangeiros cada vez a aumentar mais, organizado por uma confusa Liga de clubes que não é capaz de ter uma presença digna nas redes sociais, ferramenta obrigatória para aproximar os adeptos actualmente, com jogos em canais pagos e com uma diferença enorme entre a qualidade das equipas de topo da tabela e as restantes, tirando poucas excepções. É o campeonato que temos e vamos olhar para cada uma das equipas.
Um guia leve, rápido, com uma frase, um craque e uma aposta de revelação para cada emblema.

 

Boavista
Triste saída da principal competição poucos anos depois de ser campeão e um regresso administrativo que se pode revelar prematuro. O Boavista conta com o empenho de Petit no banco para operar o milagre da manutenção. Traz Fary de volta, completa 40 anos em Dezembro, e será o maior goleador em actividade, 68 golos no campeonato. Há a curiosidade do Bessa agora ter um relvado sintético, estreia na 1ª Liga, e de só ter meia dúzia de jogadores que sabem o que é jogar na divisão maior. As camisolas esquisitas estão de volta.
Craque: Bobô

Revelação: Beckeles

 

Penafiel

Regresso de um clube que vai competir pela 13ª na 1ª divisão e que tradicionalmente é complicado de bater no Estádio 25 de Abril. É a equipa mais nacional da prova comandada por um jovem estreante, Ricardo Chéu (33 anos, o mais novo da Liga) que se destacou na época passada em Viseu. É possível que no Penafiel se junte um estrangeiro à prata da casa, Ali Reza Haghighi. O guarda redes que brilhou no Mundial pelo Irão de Carlos Queirós pode vir a ser uma atracção. Vão tentar a manutenção e depois tentar melhorar o 10º lugar, melhor classificação já conseguida por duas vezes.

Craque: Rabiola

Revelação: Mbala

 

Moreirense

O campeão da II Divisão regressa pela 5ª vez à 1ª Liga. Liderado pelo carismático Presidente Vítor Magalhães, o clube vai tentar fugir à fatalidade de voltar a cair como nas últimas duas presenças. Da equipa de 2012/13 que esteve na 1ª só sobra Anilton. Esta época o clube aposta na estreia ne Miguel Leal (49 anos) no palco maior depois de um bom trabalho no Penafiel. Muitas alterações no onze estão a ser feitas em relação à equipa campeã da época passada havendo o cuidado de garantir experiência em campo e qualidade como atesta a surpreendente contratação do avançado paraguaio Cardozo ao Vitória de Setúbal.

Craque: Ramón Cardozo

Revelação: Edivaldo Bolívia

 

Paços de Ferreira

Do céu das portas da Champions ao inferno das portas da 2ª Liga, assim foi a viagem alucinante no espaço de uma temporada dos pacenses. Na sua 17ª presença no campeonato, o Paços de Ferreira vai tentar encontrar o equilíbrio entre o incrível 3º lugar de 2012/13 e a fuga ao drama da descida. Com nova Direcção, estádio renovado e o regresso de Paulo Fonseca, também ele à procura de equilibrar a sua carreira, é de crer que o Paços consiga os seus objectivos.

Craque: Paolo Hurtado

Revelação: Valkenedy

 

Belenenses

Um dos clássicos do nosso futebol, vai para a 73ª presença na prova que venceu em 1945/46. No Restelo vive-se para sobreviver entre os grandes, na época passada, ano do regresso à 1ª, a permanência foi festejada na última jornada. Este ano o panorama não é mais animador, Lito Vidigal tem tido problemas para reunir um grupo que lhe dê garantias, Rui Pedro Soares, presidente da SAD, tem tentado mas a relação está longe de ser perfeita. Vai ser outra época de luta em Belém.

Craque: Miguel Rosa

Revelação: Abel Camará

 

Gil Vicente

Em Barcelos a estratégia é aproveitar os "restos" dos 3 grandes e uma boa relação com o vizinho Braga. Cerca de uma dezena de jogadores já passaram pelos emblemas maiores do futebol português, como por exemplo o central Gladstone, uma opção que tem resultado bem. Na 18ª presença no campeonato o Gilé ,do castiço Presidente António Fiúsa,  mantém João de Deus no comando que na primeira parte da época passada impressionou pela positiva mas depois teve queda abrupta de produção. A ver este ano até onde vai o Galo.

Craque: César Peixoto

Revelação: Marwan

 

Arouca

O clube que se estreou na prova há um ano conseguiu um 12º lugar e apostou na continuidade de Pedro Emanuel ao leme mantendo um núcleo importante de jogadores. Já resolveu o diferendo com a autarquia no sentido de jogar no seu estádio, o que se saúda. O Arouca irá tentar consolidar a sua presença entre os maiores e para isso conta com alguns reforços e a continuidade de jovens como David Simão.

Craque: David Simão

Revelação: Goicoechea

 

Rio Ave

Os vila condenses vivem o melhor período da sua história, chegaram às finais da Taça de Portugal, Taça da Liga e Supertaça, estão a lutar na Europa do futebol e prometem uma boa época na 21ª aventura no escalão principal. Saiu Nuno Espírito Santo mas a aposta em Pedro Martins vindo do Marítimo deve ser acertada. Na mira estará sempre o épico 5º lugar alcançado em 1981/82 mas não se pode exigir mais do que ver o Rio Ave na primeira metade da tabela. Têm jogadores de qualidade para o conseguir e manter esta onda positiva.

Craque: Tarantini

Revelação: Marvin Zeegelaar

 

Vitória de Guimarães

Vai para a 70ª presença no campeonato e isso mostra como é um clássico do nosso futebol. A dedicação dos adeptos só encontra comparação da dimensão dos três grandes. Na 4ª época a treinar o clube, Rui Vitória vai tentar devolver a Europa ao Bitória, para isso aposta em jovens da casa de quem muito se espera, como são os casos de Bernard e Cafú.

Craque: Douglas

Revelação: Bernard

 

Braga

O clube que mais se aproximou dos 3 principais emblemas de Portugal teve uma época decepcionante. O Presidente Salvador está a tirar proveito da relação privilegiada que tem com o super agente Jorge Mendes e reforçou a equipa, apostando num técnico motivado e de discurso interessante, Sérgio Conceição. Muita expectativa para ver se temos o Braga de volta à luta pelos lugares cimeiros da tabela.

Craque: Rafa

Revelação: Wallace

 

Académica

Em Coimbra viveu-se uma época tranquila e é por aí que o clube quer continuar, longe das aflições do fundo da tabela. Para o banco vem Paulo Sérgio, que foi do Sporting a Chipre passando pela Escócia e Roménia, que terá de lidar com a partida do guardião Ricardo para o Porto, símbolo da estabilidade defensiva da última temporada. Melhorar o 8º lugar em que ficou em Maio não parece fácil, no entanto a Briosa tentará uma época tranquila espreitando o sucessos nas Taças.

Craque: Rui Pedro

Revelação: Olascuaga

 

Vitória de Setúbal

Depois do excelente 7º lugar alcançado por José Couceiro, o Vitória tenta ir mais além. A importante parceria com agência alemã de gestão de carreiras de jogadores profissionais, Rogon, representada pelo agente FIFA Paulo Rodrigues tem dado interessantes soluções para um plantel orientado por Domingos Paciência, também ele apontado por Rodrigues. Domingues tenta reencontrar a boa estrela que o guiou em Braga e terá o apoio sempre incondicional dos exigentes e apaixonados adeptos sadinos ávidos de subirem o mais alto possível no futebol português.

Craque: Zequinha

Revelação: Lukas Raeder

 

Marítimo

Perfeitamente cimentado na 1ª Liga, é a 35ª presença, o Marítimo olha para a Europa como objectivo. Saiu Pedro Martins e Carlos Pereira, o Presidente, foi buscar o "eterno" adjunto de Paulo Bento. Não será uma estreia de Leonel Pontes como treinador principal porque na verdade ele já treinou o Sporting num empate a 2 em Vila do Conde após a saída do agora Seleccionador Nacional. Para o ataque aos lugares europeus o Marítimo conta com o factor casa, o Estádio dos Barreiros deve estar mais funcional esta época, e um grupo de jogadores de boa qualidade.

Craque: Danilo Pereira

Revelação: Edgar Costa

 

Nacional

Com o inigualável Prof. Manuel Machado ao comando não são só as antevisões e as entrevistas rápidas do treinador que se tornam obrigatórias de seguir, há também um interessante crescimento da equipa de futebol que acabou o seu 15º campeonato em 5º lugar com apuramento para a Liga Europa. A Choupana é um dos locais mais complicados para os visitantes saírem vencedores, a competência e organização de treinador e Presidente tem sido exemplar e o Nacional volta a reunir um grupo capaz de se afirmar como a melhor equipa da Ilha e forte candidato aos lugares europeus. Destaque para a armada egípcia de 4 jogadores no plantel. Aly Ghazal, por exemplo, tem muita qualidade.

Craque: Mário Rondon

Revelação: Marco Matias

 

Estoril

O projecto mais surpreendente no nosso futebol nos últimos anos tem mantido a alta qualidade fixando o Estoril no 4º lugar do campeonato por dois anos seguidos. É obra! José Couceiro tem uma pesada herança deixada por Marco Silva. O desafio é aliciante, terá de colmatar as inevitáveis saídas de jogadores de qualidade e preparar a equipa para a fase de grupos da Liga Europa e uma boa época. Couceiro também esteve em alta no Bonfim, agora a ver se este casamento na Amoreira confirma a equipa da Linha como um clube de topo.

Craque: Sebá

Revelação: Kuca

 

Porto

Depois de uma época desastrosa o Porto aposta tudo à espanhola. Lopetegui para o banco e haja dinheiro no banco para Lopetegui que já foi contratar mais de meia equipa a Espanha, isto só para falar em jogadores espanhóis. Alguns de qualidade comprovada outros por confirmar. A verdade é que o investimento está a ser muito e estende-se a mundialistas da Holanda ou Gana. A manutenção de Jackson no plantel e a recuperação de Herrera após apagado anos de estreia são outros trunfos fortes para o ataque ao título. Há ainda a curiosidade de ver como evolui o promissor Ruben Neves. Se o plano da armada espanhol resultar então temos aqui um forte candidato ao título. Se Julen Lopetegui falhar será um desastre poucas vezes vistos para aqueles lados.

Craque: Jackson Martinez

Revelação: Casemiro

 

Sporting

Após a pior temporada da sua história o Sporting completou uma época certinha e aproveitou o descalabro de Porto e Braga para garantir um saboroso 2º lugar que lhe abre a porta da Champions. Leonardo Jardim partiu e entrou Marco Silva que vai tentar dar continuação ao competente trabalho do madeirense. Procurando manter a base da equipa enquanto procura reforços que façam a diferença, o Sporting parecia determinado a entrar forte na nova época. O facto de ainda não ter encaixado dinheiro relevante com a venda de jogadores e de já ter gasto 12 milhões de euros em compras pode ser preocupante para a recta final da janela de transferências. Depois o elevar das fasquia por parte da Direcção e os recentes episódios disciplinares com dois dos melhores jogadores do plantel não auguram nada de bom para uma maratona que este ano não será só de 30 e poucos jogos. O Presidente aponta para o 1º lugar mas manter este 2º já seria um passo importante na consolidação do clube após anos de tragédia desportiva.

Craque: William Carvalho

Revelação: Paulo Oliveira

 

Benfica

Há muito tempo que o Benfica não consegue ganhar dois campeonatos seguidos. É este o grande desafio desta temporada após um ano desportivo de sonho. Começar o campeonato sem ter o lugar de guarda redes resolvido e com a ameaça de perder mais um jogador essencial como Enzo, e até Gaitán, está a arrefecer os ânimos aos benfiquistas. Vários jogadores de qualidade partiram e poucos convenceram entre os novos reforços. O grande trunfo é a continuidade de Jorge Jesus que terá de aguentar a equipa no nível que mostrou na Supertaça até à chegada de jogadores de qualidade indiscutível com entrada directa no 11. Na condição de Campeão Nacional e mantendo a dinâmica de jogo o Benfica terá de ser considerado candidato ao título. Vamos ver com que plantel chega a Setembro. Será um desafio interessante de seguir, após uma temporada em que muito investiu o clube vai tentar manter a aura conquistadora com muito menos investimento.

Craque: Enzo Perez

Revelação: Tiago "Bebé"

 

A Entrevista do Presidente

 

Gostei de ver a entrevista ao Presidente do Benfica que marca o arranque da nova época. Acima de tudo fiquei descansado com a ausência de comentários sobre rivais e também com a reacção ao assunto BES.

Luís Filipe Vieira achou que devia falar à nação benfiquista e escolheu a altura que pensou sera a melhor para explicar a situação financeira, as saídas e entradas do plantel de futebol e o rumo que o clube vai seguir.

 

Percebi que o Presidente está preocupado com a situação financeira mas não nos termos que o Expresso noticiou no último fim de semana. A parte em que resolveu falar para a câmara pedindo aos benfiquistas que não se preocupem com as questões bancárias colocou um ponto final na especulação. O clube vai continuar a cumprir e negociar como até aqui. Eu não percebo assim tanto de finanças que me possa pronunciar a fundo por isso espero que a Direcção cumpra o seu dever e pela postura do Presidente parece-me que é isso que vai acontecer.

 

Quanto à debandada dos jogadores da equipa principal penso que ficou bem explicado o porquê de cada saída. De fora posso não concordar com os valores da saída de Garay mas houve uma explicação que tenho de aceitar. Markovic e Oblak sairam pelas cláusulas, André Gomes e Rodrigo já tinham sido negociados no inverno, e nós sabíamos, Cardozo foi terminar a carreira a ganhar mais, Siqueira era impossível de manter a nível de ordenado. Parece-me tudo devidamente explicado. Os três miúdos Cancelo, Cavaleiro e Bernardo foram rodar em clubes europeus na esperança que cresçam e voltem.

 

Quanto às entradas já não me convenço tanto que tenhamos de comprar um Djavan para o vender no mês seguinte porque decidimos avançar para Eliseu que , por acaso, até esteve a preço zero um tempo antes. Mas o Presidente também não desmentiu que falhou nesse aspecto.

Luís Felipe, Candeias, Djuricic, foram outros nomes falados a que Vieira contra argumentou com os casos de afirmação tardia de Enzo ou Oblak. A minha questão é que são muitos jogadores comprados para pouco aproveitamento mas se esta é uma postura assumida só posso lamentar que não acertemos mais nos alvos.

 

Do tema de reforços ouvi aquilo que queria e me parece ser o mais importante, até dia 31 de Agosto teremos o plantel completo, fechado e equilibrado com os jogadores que precisamos. Isto é aquilo que penso ser importante e é a razão principal para eu nunca me pronunciar durante as pré épocas. O que interessa é o que há em Setembro. Até lá aguardemos, não vale a pena sofrer tanto no verão. Se achar que o plantel não é eficiente em Setembro cá estarei para dar a minha opinião.

 

Por falar em pré época, Vieira teve uma saída airosa para contornar os péssimos resultados. Por um lado atirou para cima de Jesus a responsabilidade do planeamento e fraca prestação, por outro aproveitou para dizer que até foi bom para trazer de volta à terra as mentalidades dos adeptos ainda em clima de festejos alertando para as duras batalhas que recomeçam esta semana. Chegou até a dizer que a euforia já deu maus resultados, penso que falava do pós título de 2010.

Tudo muito certo mas o Benfica não pode ir fazer aquela figura miserável num torneio tão prestigiado como é o do Arsenal em Londres. Ou não vamos ou levamos os jogos a sério. O que aconteceu no Emirates Stadium foi triste e foi grave e até ficava bem ao Presidente do Benfica referir isso. Quanto ao resto dos jogos estamos de acordo mas a presença em Londres merecia outros cuidados.

 

Curioso o episódio de Oblak que já chegou a ser oferecido para regressar em troca da saída de outro jogador. Foi recusado. Assim como achei curioso o desmentido sobre Danilo Pereira. Um jogador que sai do Benfica como ele saiu não pode voltar. Óptimo! Eu gostava é de saber o que foi aquele regresso do Pepa para trabalhar no clube há poucos anos, por exemplo. Mas se o caminho é este que apontou com o Danilo fico mais descansado. Espero que não aconteçam mais Pepas.

 

Houve uma indicação muito forte sobre o futuro breve a nível de rumo a seguir, o treinador terá que lidar com os jogadores que vão saindo dos escalões de formação, chegou mesmo a dizer que Jesus não terá outra alternativa porque não podemos continuar a ir até aos 12 milhões de euros para reforçar a equipa e por isso mantém a convicção que o futuro passa por um Benfica com prata da casa. Veremos mas parece lógico que assim seja uma vez que as reduções de ordenados são já uma realidade.

 

É bom saber que o Presidente está ciente da importância que tem para o clube ser Bi-Campeão. Mesmo que não tenha falado nos rivais eu acrescento que o Porto já percebeu bem que é fulcral para eles não permitirem que o Benfica seja campeão este ano, é bom que no Benfica tenham a noção que o bis é o objectivo mais importante da nova época! Se este é o caminho ideal não sei mas percebi que é o traçado pela Direcção baseado no argumento de reduzir custos e orçamento.

 

Mais uma vez sublinho que até dia 31 o plantel ficará equilibrado, quero acreditar nisso e aí falamos. Até lá parece-me que temos um "11" competente para iniciar o caminho, embora a questão do guarda redes me deixe nervoso, não o escondo.

 

Uma palavra para Hélder Conduto: excelente! Estas entrevistas a Presidente ou a treinador na televisão do clube não me envergonham nada, até sinto algum orgulho na maneira democrática como são conduzidas tendo em conta que estamos num canal do clube. Aqui estamos muito bem servidos.

 

O Presidente falou, agora tem a palavra a equipa no domingo. Quem acreditar que é possível cumprir os objectivos que apareça na Luz para ajudar a ganhar o jogo de estreia que, como vimos ontem, não tem sido nada fácil.