Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

O Que é Relevante

 

Miguel Sousa Tavares, esta semana no jornal A Bola


Mas o que é mesmo relevante, Miguel, é sabermos onde é que o Olhanense recebeu a tua equipa presidida por uma figura que devia estar a trocar poesias com o Carlos Cruz a esta hora.

Onde é que se jogou o Olhanense-porto desta época? Onde é que se vai jogar o Olhanense - Benfica de domingo?

 

 

 

Benfica 3 - 1 Newcastle

 

Quero começar por agradecer muito ao Corpo de Intervenção da PSP o facto de eu não ter visto o golo do Lima devido a uma das suas já habituais invasões de bancada onde costumam varrer tudo o que encontram pela frente com o objectivo desconhecido como mais tarde os próprios Spotters reconheciam. É bonito, um gajo está ali de pé no seu lugar de sempre de costas para a as portas e de frente para o relvado, obviamente, e de repente só tem que fazer um pouco de exercício e rezar a CarDeuz para não levar uma bastonada que , parecendo que não, incomoda e deixa marcas. Devido a mais uma épica investida de uns robocops ( que eu não entendo o que fazem ali ) não vi o segundo golo do Benfica. Muito obrigado, "forças de segurança".

 

Foi uma bonita noite europeia na Luz com o sabor dos grandes jogos das competições da UEFA da nossa história. Excelente e surpreendente entrada do Newcastle a defender no campo todo em grande pressão e a chegar depressa a um golo que podia ser mais problemático do que já é. Uma grande jogada de futebol na origem do golo do inevitável Papiss Cissé.  A reacção do Benfica não estava a ser completamente convincente e os ingleses podem dizer mal do factor sorte que quis que uma bola desviada por Artur beijasse o poste ( uma expressão tão bonita que se tem perdido entre os nossos relatores ) e voltasse para as mãos do nosso guarda redes. Foi o momento de viragem do jogo e , até agora, da eliminatória. A partir daqui os magpies tanto se podem queixar da sorte como podem agradecer a inspiração do seu regressado guardião Krul que negou várias vezes o golo ao Benfica. Rodrigo insistiu numa recarga a mais um disparo de Cardozo e , finalmente, bateu o holandês. Estava feito o mais complicado. Se ao intervalo o resultado era negativo pelo golo fora, a verdade é que a exibição estava a ser positiva com várias ocasiões de golo criadas, e isso é o mais importante porque assim sabemos que estamos perto do golo.

 

A entrada na 2ª parte voltou a não ser famosa pela nossa parte e voltámos a ter um momento de felicidade agora na baliza norte com o poste a devolver uma bola que ia com selo de golo. Voltou a ser o mote para o Benfica voltar a pegar no jogo e ir à procura de golos. Depois de mais oportunidades falhadas entra Lima que aproveita um atraso suicida de Santon para fazer o seu primeiro golo na Liga Europa! Estava dada a volta à eliminatória mas era preciso mais vantagem. O Newcastle perdeu-se nesta altura do jogo e após tanto domínio há uma clara mão dentro da grande área que dá direito a penalti para o Benfica. Cardozo marcou e o árbitro manda repetir. Cardozo volta a marcar e após uma troca de olhares com Krul surge um bonito abraço a fazer lembrar os relatos dos tempos em que Eusébio marcava e ia cumprimentar o guarda redes batido. O árbitro pareceu-me sempre pronto a complicar e a irritar a equipa com menos compatriotas.

 

O ideal era termos feito mais um golo mas levar 3-1 para Inglaterra não é um mau resultado. É um golo de diferença que temos de vantagem, porque o 2-0 dá passagem ao Newcastle. Há margem para abordarmos com tranquilidade a 2ª mão. Estamos perto de voltar a uma meia final europeia. Espero que a sorte se mantenha do nosso lado até ao fim de Maio.

 

Por fim há que dizer que os jogos europeus com adversários britânicos traz sempre um ambiente espectacular às bancadas da Luz e à sua volta antes e depois do jogo. Os adeptos ingleses são grandes, foi bonito ouvir o cântico que usa o Hey Jude para galvanizar os magpies. Voltem sempre.

Agora é pensar que Olhão é já ali.