Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Nacional 2 - 2 Benfica

Entrámos vergonhosamente na Choupana. Num jogo que sabíamos ser de grau de dificuldade enorme resolvemos entrar a dormir. Nem dois avisos serviram para acordar. Foi preciso sofrer o 1-0 para arregaçar as mangas. Incompreensível.

 

Mais uma vez a reacção foi boa e forte a chegámos ao intervalo já a vencer. Com Urreta a funcionar como reforço na ala esquerda o Benfica deu a volta ao resultado fazendo o mais difícil.

Na 2ª parte entrámos bem à procura do 3º golo que falhámos mais do que uma vez e  num contra ataque sofremos o empate já depois de Jesus ter tirado Rodrigo para lançar Gaitan a "10". Correu mal e tivemos que mudar outra vez sacrificando Urreta, deixando em campo Salvio que fez o pior jogo desde que chegou ao Benfica, e entrámos naquele jogo de contra relógio que não dá saúde nenhuma. Houve oportunidades para marcar, chamou-se Cardozo, acabámos com Kardec em campo mas nada de fazer o golo da vitória.

Para trás fica a ideia que Artur está no seu pior momento desde que está na Luz e que a defesa treme demasiado. Nos últimos minutos quando se dava o tudo por tudo para um golo que nos desse a vitória lá apareceu o melhor árbitro do mundo.

Não sei se marcávamos golo de um canto, de um livre de um lance de sorte. Não sei. Se calhar não. Mas sei, tenho a certeza, que quando há Proença isto nunca acaba bem e que ele gosta de chamar a si todo o protagonismo do jogo. Assim em vez de estar aqui a lamentar a má forma do Artur, do jogo inacreditável que o Salvio fez, das substituições infelizes de Jesus estou a espumar por ter visto mais uma vez aquele sorriso que só o Proença sabe fazer logo após a inexplicável expulsão do Matic. Não são só os 2 pontos que não somamos hoje, é saber que vamos perder Cardozo para uns jogos e Matic de fora no próximo, isto um jogo depois de ter cumprido castigo.

 

Começámos a ficar para trás na corrida ao título na Luz com o Porto e hoje, praticamente, demos um sinal que não temos vida para eles. Em nenhum aspecto. É que este é o árbitro que lhes adia jogos na boa e este é o adversário que não sabe o que é dar luta em casa quando os recebe. Diferenças.

 

Se até hoje defendi que temos de abdicar de aventuras europeias para chegar ao título em Portugal , agora emendo e peço que lutem pela conquista da Liga Europa. Isto por cá está tudo visto, é mais do mesmo. E não me refiro só ao Proença, obviamente. É tudo.