Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Moreirense 0 - 2 Benfica

 

Terceira deslocação a Moreira de Cónegos em meia época para fechar a 1ª volta do campeonato. Jogo complicado num campo pesado e contra uma equipa que já nos tinha colocado dificuldades no jogo da Taça da Liga. Todo o cuidado era pouco e por isso a abordagem tinha de ser feita com seriedade e concentração.

 

Jesus voltou a apostar num desenho táctico com Gaitan na esquerda, Salvio na direita e Enzo no meio com Matic atrás e a dupla atacante Lima / Cardozo, deixando Ola John no banco.

Na primeira parte a opção não pareceu a melhor pelo pouco que Nico Gaitan produziu com especial destaque para uma conclusão desastrosa após uma boa iniciativa a acabar a 1ª parte. Apesar do domínio e de alguns remates a verdade é que a equipa nunca esqueceu um susto de uma bola no poste de Artur logo nos primeiros segundos e jogou sempre desconfiada do contra ataque do Moreirense.

 

Na segunda parte o Benfica entrou em força, Gaitan começou como tinha acabado, a criar perigo. Há um golo bem invalidado que anunciou o inevitável: o Benfica ia marcar. E marcou por Salvio, bem lançado por Lima. O argentino isolado não falhou e descansou todos os benfiquistas que começavam a ficar impacientes com o nulo. Nisto a equipa esta época tem sido grande, nunca entra em desespero enquanto não marca, sabe ir criando as situações de golo até facturar.

Tudo ficou mais fácil com o 0-1 e passou a ser importante controlar a partida de maneira a não haver lesões nem castigos indesejados a pensar no jogo de Braga. Foi com naturalidade que apareceu o 0-2, mais um golo de Lima que resolveu a questão de vez.

 

A grande questão nos últimos minutos era saber se Jesus poupava Matic não correndo o risco de ver o médio amarelado e fora do jogo da Pedreira. A resposta foi à Jesus. Confiante e teimoso tirou Lima. No fim veio explicar que lhe é indiferente que o Matic veja um amarelo ou não. Se ficar de fora joga outro no lugar dele, simples. Eu percebo a ideia de transmitir confiança para todos os jogadores que possam fazer aquele lugar mas também penso que é nestes caprichos que Jesus perde mais do que ganha. Com 0-2 era de fazer descansar Matic e não correr risco nenhum. Mas ele é que é o treinador. Espero que seja tão determinado a alertar os seus superiores para a debandada a que assistimos no plantel desde a jornada 1. Começámos a Liga com um Javi e Witsel a titulares no meio campo e Saviola como opção na frente. Foram saindo e Jesus foi construindo do zero um novo meio campo. Agora Bruno César, Aimar e Nolito parecem estar de saída, espero que Jesus não fique à espera de uma quebra nesta segunda metade da época para vir falar deste assunto.

Foi uma vitória importante a fechar esta primeira volta num contexto de jogos fora da Luz sempre complicados. Em Coimbra goleámos, hoje cumprimos o objectivo com segurança. Espero que em Braga se mantenha este panorama. É uma barreira psicológica que importa dobrar. Acabar com uma vitória a primeira volta para começar a segunda da mesma maneira.