Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 37

Red Pass

Rumo ao 37

Grécia 1-0 Rússia

A prova de que a Grécia é o país dos milagres no Euro é que até com Fernando Santos conseguem passar de eliminados a apurados num ápice! Karagounis no dia que somou a 120ª internalização, um recorde partilhado com Zagourakis, assinou exibição memorável aos 35 anos tornando-se no 2º capitão mais velho a marcar num Euro atrás de Shevchenko e à frente de Zidane. Também foi o dia que viu o 8º amarelo num campeonato Europeu, recorde, e fica assim de fora do jogo dos 1/4. Assim fica a Rússia de fora, é a 1ª vez que uma equipa que marca 4 golos na estreia não passa da fase de grupos! Na verdade a equipa de Dick Advocaat não voltou a confirmar as boas indicações do 1º dia da prova e com a Grécia fizeram pouco para contrariar o triste destino. Podiam ter marcado por duas vezes mas a Grécia também acertou no poste. Os russos não levaram a sério a ameaça grego e cairam na tragédia. De favoritos ao aeroporto pela mão de Fernando Santos, embaraçoso.

 

 

 

Prémio Melhor em Campo

Karagounis

República Checa 1-0 Polónia

 

Quem diria que após a derrota por 4-1 na estreia os checos iam vencer este grupo? Aliás, é a 1ª equipa num Euro a vencer o grupo com saldo negativo de golos, uma caso assim só tinha acontecido em 1990 no Mundial de Itália com Camarões! A Polónia a jogar em casa estava pressionada a ganhar mas mostrou poucos argumentos para conseguir e só ter Lewandowski é pouco. Os checos fizeram por marcar, Theodor Gebre Selassie, Petr Jiráček, o homem do golo, e Václav Pilař confirmam-se como grandes revelações do torneio e acompanharam os mais experientes Milan Baroš, Jaroslav Plašil, Michal Kadlec, que salvou um golo feito da Polónia, e Petr Čech na conquista da vitória mais importante do país nos últimos anos.

 

Prémio Melhor em Campo

Jiráček