Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Benfica divulga programa da pré-época, Arsenal na Eusébio Cup

 

Confirmam-se as informações que tenho vindo a adiantar quando aos jogos da nossa pré época. A Lusa divulga:

 

O Arsenal vai ser o adversário da equipa de futebol do Benfica na Eusébio Cup, a 6 de Agosto, numa pré-temporada de 2011/2012 que começa a 22 de Junho e engloba um estágio na Suíça.

O Benfica, que ainda não definiu todos os adversários que vai defrontar na pré-época, informa que o clube londrino jogará no Estádio da Luz, em Lisboa.

Jorge Jesus e o plantel regressam ao trabalho a 22 de Junho e reservam os dois dias seguintes para os habituais testes médicos, com o primeiro treino aberto a 27.

Nesse dia e no seguinte (28 de Junho), todos os futebolistas estão disponíveis para a imprensa.

A 03 de Julho, o plantel “encarnado” parte para a Suíça, onde estagiará no Centro Desportivo de Colovray, em Nyon, com jogos de preparação ainda por definir.

A equipa está de volta a Portugal a 11 de Julho e dois dias depois joga em Albufeira, frente a adversário também por definir ( Leeds United será o adversário como já anunciei há um mês) , antes de disputar, a 15 e 17, o Torneio do Guadiana, prova cujos participantes ainda não são conhecidos.

A apresentação aos sócios está marcada para 20 de Julho, com opositor a determinar, e a época oficial começa a 26 ou 27, na terceira pré-elimintória da Liga dos Campeões. A segunda “mão” disputa-se a 02 ou 03 de Agosto. O campeonato arranca a 14 de Agosto.

Programa do Benfica na pré-temporada:
22 de Junho - Início de época.
23/24 de Junho- Testes médicos.
27 de Junho - Início dos treinos.
03 de Julho - Partida para a Suíça (Centro Desportivo de Colovray, em Nyon, com jogos de preparação a definir).
11 de Julho - Regresso a Portugal.
13 de Julho - Jogo em Albufeira. ( Leeds United a confirmar )
15/17 de Julho - Torneio do Guadiana.
20 de Julho - Jogo de apresentação.
26/27 de Julho - 3.ª Pré-eliminatória Liga Campeões (1.ª “mão”).
02/03 de Agosto - 3.ª Pré-eliminatória Liga Campeões (2.ª “mão”).
06 de Agosto - Benfica-Arsenal (Eusébio Cup).
14 de Agosto - 1.ª Jornada Liga.

Faz Hoje 50 Anos Que Chegámos ao Topo da Europa

 

 

Para as gerações mais novas é importante explicar que o Benfica a 31 de Maio de 1961 viveu um dos dias mais fantásticos da sua história. Um dia que marcaria a nossa identidade para o meio século seguinte.

Como escreve o jornal I falemos de História:

 

História de Portugal: há 50 anos o Benfica sagrou-se campeão europeu.

 

História de Espanha: há 50 anos o Real Madrid não ganhou a Taça dos Campeões pela primeira vez na história da competição, iniciada em 1955.

 

História da Catalunha: há 50 anos o Barcelona sagrou-se vice-campeão europeu.

 

História da Suíça: há 50 anos Berna foi o local da final europeia com mais bolas ao poste (quatro, todas para o Barcelona).

 

História do Benfica: há 50 anos os jogadores foram enfim autorizados pela direcção a trocar de camisolas com o adversário

 

Ainda há um mês falei do facto do Barcelona reservar no seu imenso Museu um espaço para o campeão europeu de 1961, a final a que eles chamam de "final dos postes" por causa das 4 bolas que os postes da baliza de Costa Pereira devolveu.

É um momento de grande importância na nossa existência que, felizmente, aos poucos se vai destacando dentro do clube como está a acontecer este ano com uma linha de marketing dedicada à conquista de 1961. É qualquer coisa mas devia ser muito mais.

Todos os benfiquistas deviam saber que neste jogo ainda nem havia Eusébio, que Germano fez um jogão, que Coluna foi o melhor em campo, que Mário João salvou um golo, etc.

 

Eu nasci em 1973 e das primeiras coisas que aprendi no meu benfiquismo é que a década anterior ao meu nascimento foi marcada por um Benfica dominador em Portugal e temido na Europa com duas Taças dos Campeões ganhas e presenças nas finais da maior competição continental. Crescer sabendo que poucas épocas antes chegámos ao topo do mundo do futebol condiciona e molda especialmente o nosso benfiquismo. Eu aprendi tudo sobre as finais ganhas e perdidas e tive oportunidade logo na década de 80 de viver mais umas quantas finais europeias. Metade da minha vida foi vivida a conhecer o lado mais glorioso do nosso clube e tudo começou num dia como o de hoje em 1961.

 

Arrisco a passar uma vida à espera de sentir a glória suprema que os meus pais e avós viveram. Já lá estive muito, muito perto mais do que uma vez. Não sei se vou ter essa satisfação, talvez isto seja por ciclos e os dias sagrados estejam reservados para gerações melhores que a minha... Não sei mas vou sempre acreditar. Não sei mas vou sempre lutar para que o espirito de 60 não se esfume em fanatismos pessimistas derivados do presente e passado recente. O Benfica é hoje respeitado em todo o mundo, é conhecido em tudo mundo, os ingleses falam de nós como os giants of Lisbon e , convenhamos, não é tanto pelo passado recente da nossa história, é muito pelas façanhas lendárias que os heróis da década de 60 imortalizaram.

Nós só temos simplesmente que saber estar à altura dessa herança, só temos que ter a humildade de procurar não os envergonhar, e parecendo simples não é nada fácil como se tem visto.

 

Numa altura em que os jornais se divertem a comprar dezenas de jogadores e a vender meio plantel entre as acusações de trafulhices que a nossa Direcção supostamente faz em contratos há um jornal e um jornalista que tem todo o meu respeito. Falo do jornal I e de Rui Tovar. Comprem o jornal de I de hoje leiam, divulguem e guardem as páginas dedicas à grande final de Berna.

Aprendam e ajudem a ensinar o que é realmente o Benfica. Tentemos

ignorar o ruído e voltemos a inspirar-nos nas raízes do nosso clube. O emblema que brilhou há 50 anos é o mesmo que hoje tanto adoramos. Saibemos respeitá-lo.

 

Vieira Desfaz Mitos e Lança Contra Ataque

 

Há muito por onde embirrar com o nosso Presidente mas ontem foi uma noite em grande para Vieira. Excelente reacção na TVi às preocupantes notícias que todos os dias falam em esquemas, dinheiros desviados e PJ na área.

Vieira acabou com o mito da transferência de Roberto que também teria dado para pagar o prémio de campeão ao treinador Jesus que por sua vez , pelo seu advogado, desmarcou-se de todas as notícias à volta da transferência de Júlio César do Belenenses para o Benfica.

Vieira mostrou o contrato de Roberto, mostrou a transferência do prémio de Jesus e explicou a transacção de Júlio César. Tudo sem margem para dúvidas. O espanhol custou-nos mesmo aquela fortuna e o treinador recebeu mesmo 573 mil euros que com descontos foram 306 mil euros.

 

Explicados os processos o Presidente passou ao ataque. Sugeriu então que se investigasse também os negócios de jogadores do primeiro classificado, sublinhou que está sempre disponível e que não precisa de fugir e garantiu que vai processar jornais e jornalistas responsáveis por todas estas notícias esperando que o dinheiro a receber sirva para boas compras para o nosso plantel.

 

O outro mito desfeito é o do Director Desportivo. Rui Costa está à deriva no Benfica. Vamos ver o que vai acontecer ao homem que a determinada altura deu novo fôlego ao reinado de Vieira e , acima de tudo, até onde vai a passividade do maestro.

Vieira saiu-se muito bem deste ciclo e trouxe alguma tranquilidade ao reino.