Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Rumo ao 38

Red Pass

Rumo ao 38

Vou Explicar o Que É a (verdadeira) Euforia de Verão

Nos últimos tempos nós, benfiquistas, vivemos a temporada de Verão com o rótulo de eufóricos colado na testa. Seja porque o Benfica compra jogadores, ganha jogos, ganha torneios, ou promete o regresso aos títulos. Como se fossemos culpados pelo facto da imprensa desportiva ser obrigada a criar um clima sempre muito circense à volta das pré temporadas benfiquistas. A culpa não é nossa, mas eles precisam de vender, e só se vende assim.

Assim que o Benfica vence dois jogos amigáveis seguidos, ou um a sério, os rivais juntam-se a uma só vez e troçam apontando para nós a dizer: eufóricos!
Eu que sou benfiquista de ver os jogos nos estádios nunca dei pela tal euforia com os meus companheiros de bancada. Antes pelo contrário. E é aqui que me dá para olhar à volta e dar conta que a verdadeira euforia anda por aí mas está camuflado.

Vejamos, há adeptos de um clube que conseguem ter sempre resposta pronta com ar superior precisamente entre a última jornada do campeonato (Maio) e o arranque oficial da época (Agosto). Enquanto se esforçam para ver a euforia encarnada passam o Verão a enaltecer o rigor financeiro do seu clube, a melhor academia de formação do planeta (que na última época ganhou zero títulos) mesmo que os seus rivais também se aproveitem dos putos que formam, a estabilidade da equipa técnica, a equipa maravilhosa que fica sempre imediatamente atrás dos seus aliados do norte, e assim conseguem apuramentos europeus maravilhosos. Com orçamentos baixos, com rigor, com muito orgulho em serem segundos.
Passam o Verão todo a acenar com a Champions. Mesmo que tenham feito das figuras mais miseráveis na última edição daquela prova onde foram motivo de chacota por essa Europa fora. O que interessa é lá ir, dizem eles enquanto desdenham a Liga Europa.

Até que a época arranca. O discurso da Champions mantém-se após um autêntico milagre que os salva da humilhação de serem afastados por um Twente. O ambiente azeda, os jogos sucedem-se, e agora pergunto eu: ao fim de um mês de competição quantos jogos ganharam?
E os objectivos? No campeonato estão no distinto grupo dos últimos com um ponto ao fim de duas jornadas, e a tão falada, e desejada, Champions não passou de uma miragem.
No fim do mês de Agosto não têm mais pontos que nós, não vão disputar uma competição europeia diferente da nossa. Foi-se a verdadeira euforia.
É tão bom andar inchado entre Maio e Setembro, não é?
O pior é depois.
Pois.

César Peixoto Titular Amanhã em Poltava

O técnico principal do Benfica anunciou que fará entrar César Peixoto na equipa inicial, deixando no ar a possibilidade de Júlio César, Keirrison e Luís Filipe também alinharem de início: «Vou fazer algumas alterações e posso confirmar a entrada do César na equipa. Conheço-o muito bem. É muito criativo nas situações ofensivas e também defende bem. Se pode jogar na posição dez? Sim, é uma possibilidade», justificando as alterações: «Estou a pensar fazer algumas alterações em função não só do jogo que temos aqui mas também do desgaste que temos tido nestes últimos três jogos».

No entanto, nada muda nos objectivos benfiquistas, já que a vitória é a prioridade: «A prioridade é vencer o jogo. Sabendo ganhar o jogo ganhamos a eliminatória. Nós não vimos com o sentido de defender a eliminatória por termos quatro golos de vantagem».

SLB na Ucrânia





Vacas a passear em plena via rápida à procura de melhores pastos... Pormenores de uma viagem ao interior da Ucrânia em comitiva liderada por Rui Costa

East London Derby - vídeos

Tensão na bancada com adeptos do West Ham perto do relvado e da bancada dos adeptos do Millwall até ao... golo:


Invasão de campo pelos Hammers após o empate visto da bancada:


O penalti visto da bancada. E a respectiva invasão de campo a celebrar a reviravolta no marcador:

East London Derby - o Resumo

Como escrevi aqui ontem o escaldante derby de East London levou o caos aquela zona da capital inglesa. A imprensa britânica fala em regresso aos negros anos 80 para descrever a verdadeira loucura que se viveu ontem na zona de Upton Park, dentro e fora do estádio, com centenas de adeptos das duas equipas a enfrentarem-se entre si. Nem o forte esquema de segurança evitou a loucura nas ruas, a polícia até um helicóptero utilizou! Para a história ficam três(!!) invasões de campo, jogo parado largos minutos, e imagens de confrontos entre rivais que não se encontravam desde Abril de 2005. O jogo foi emocionante com o Millwall em vantagem durante muito tempo. Mas o West Ham empatou e levou a partida para prolongamento dando mais meia hora de vida à loucura em Upton Park. No tempo extra os da casa fizeram mais dois golos carimbando a passagem à ronda seguinte da Taça da Liga. Depois do jogo a "festa" continuou. Nesta altura todos devem estar a desejar um reencontro no sorteio da Taça de Inglaterra. Menos a Federação inglesa.
Resumo do jogo: