Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Convide-se o Hajduk Split para a Eusébio Cup

eusebio cup.png

A CBF arranjou maneira de anular o encontro inédito entre o Benfica e a Chapecoense que iria marcar a Eusébio Cup 2017. O assunto ainda vai alimentar muita polémica no Brasil, os observadores brasileiros apontam o dedo à CBF dizendo que se o convite tivesse sido endereçado aos clubes mais poderosos a Confederação não iria actuar desta maneira. Isto faz-nos lembrar que o São Paulo já foi um dos convidados deste troféu e compareceu a meio do Brasileirão. Fica a curiosidade de ver se a Chapecoense também vai faltar ao torneio Juan Gamper em Camp Nou com o Barcelona.

Entretanto, o Benfica tem que arranjar um novo adversário e, humildemente, deixo aqui uma sugestão que é do agrado de muitos benfiquistas e que marcaria um reencontro na história do nosso clube com os croatas do Hajduk Split. Seria bonito. Não sei se é viável porque o Hajduk já tem um calendário competitivo carregado desde cedo mas podia acontecer um acerto de datas.

Fica a sugestão.

Eusébio Cup, Benfica - Torino em Imagens

 

Por João Trindade.

As Semelhanças do BBVA Bancomer Com a Luz

 

O novo estádio do Monterrey, onde na próxima madrugada se realiza a primeira edição internacional da Eusébio Cup, é descrito como a jóia mais valiosa do futebol mexicano e foi idealizado pelo mesmo escritório de arquitectos que desenhou o Estádio da Luz. A Popoulous, anteriormente conhecida como HOK Sport, tem sede nos Estados Unidos em Kansas City e especializou-se no desenho de instalações desportivas. Além do Estádio da Luz e do BBVA Bancomer também foi responsável pela criação do recinto dos Yankees em Nova Iorque, pelo Emirates, anfiteatro do Arsenal, e pelo novo Wembley, igualmente em Londres.


Começado a construir no ano de 2011 e com um custo total de 200 milhões de dólares, o novo recinto dos rayados é o estádio mais moderno de todo o futebol mexicano e, também, da América Latina. No entanto o processo de edificar este anfiteatro não foi fácil já que foi preciso demolir várias casas, o que acabou por provocar protestos da população de Guadalupe, um dos vários municípios do estado de Nueva Leon.


Projecto ambiental


Além da criação do estádio, a ideia foi também requalificar esta zona e torná-la mais verde. Para o efeito foram plantadas duas mil árvores em redor do recinto e haverá uma área de 20 mil metros quadrados só com jardins. Tudo em nome do ambiente.


No estado diz-se que este projecto também acabou por ter grande impacto económico e social, já que criou 5 mil empregos para a população. O recinto será inaugurado esta madrugada, num dia que será de grande festa para os adeptos dos rayados.

O Benfica vai inaugurar o estádio, que ainda está em fase de finalizações. O Monterrey orgulha-se de “ter um grande respeito pelos rivais” e esta é uma frase que está no acesso ao relvado do novo recinto

 


Cinco anos com o nome do banco


BBVA Bancomer é a instituição financeira bancária mais poderosa do México e dá o nome ao novo estádio do Monterrey. Na cidade diz-se que esta denominação será válida para os próximos cinco anos, embora estes dados não sejam oficiais. O BBVA Bancomer acabou por ter uma grande importância na construção do recinto, já que houve uma altura em que não havia dinheiro para fazer face a tantas despesas e a instituição financeira disponibilizou-se a suportar as contas. Daí ter o seu nome na fachada do estádio.


Ricos contra pobres


No estado de Nueva Leon há duas equipas com grande importância no futebol mexicano. O Monterrey, adversário do Benfica e o Tigres, equipa que está na final da Copa Libertadores. Na cidade diz-se que o rayados é o clube das classes altas, enquanto o Tigres tem adeptos de origem mais humilde. E essa diferença vê-se nos estádios. Antes o Monterrey atuava no estádio Tecnológico, onde se localiza a universidade privada mais conceituada do México. O recinto do Tigres chama-se Universitário e está situado no interior da universidade pública do estado.


CURIOSIDADES


No próximo domingo o estado de Nueva Leon vai disponibilizar 1.300 elementos da segurança. O objectivo é que tudo corra da melhor forma nas seis horas que vai durar a festa. As portas do estádio abrem às 18h30 e o jogo começa às 22h locais


O estádio tem capacidade para 51 mil espectadores e estará completamente cheio até final da época. A lotação aumenta para 70 mil pessoas quando se realizarem concertos, sendo que é possível realizar no recinto todo o tipo de espectáculos


O estádio foi construído utilizando uma tecnologia de ponta que privilegia a poupança de energia e também a preservação do ambiente. Foram também criadas 300 camarotes VIP para acesso exclusivo


As bancadas estão o mais próximo do relvado que a lei da FIFA permite. A inclinação também será grande. O objetivo é que os espectadores possam estar o mais perto possível da acção e viver com a máxima intensidade as emoções do jogo


Desde 1950 que os rayados jogavam no estádio Tecnológico, localizado mesmo no município de Monterrey. Este recinto foi desenhado por Federico Velasco , tem capacidade para 36 mil espectadores e foi palco de jogos do Campeonato do Mundo de futebol de 1986. A Selecção Nacional fez dois jogos neste recinto


O Monterrey celebra também este domingo o seu 70.º aniversário. Um dos principais clubes mexicanos e que tem no seu palmarés 23 títulos, se contabilizarmos todas as competições nacionais e internacionais.

 

in Record

Eusébio Cup no México

SLB_Trofeu_EusebioCup_V.jpg

Pela primeira vez, a Eusébio Cup será disputada fora do Estádio da Luz. A oitava edição da prova será realizada no México, no Estádio BBVA Bancomer, casa do Club de Fútbol Monterrey, no próximo dia 2 de Agosto.

 

Trata-se do clube onde Eusébio da Silva Ferreira espalhou a sua magia nos anos 70, ao representar os Rayados, nome pelo qual é conhecido este grande emblema mexicano.

O troféu correspondente à oitava edição da Eusébio Cup será assim entregue ao vencedor do jogo entre CF Monterrey e SL Benfica.

O jogo tem ainda a particularidade de assinalar um momento histórico e de grande significado para o CF Monterrey com a inauguração do seu magnífico novo estádio.

Este motivo, aliado à circunstância de homenagear a memória do melhor jogador português de todos os tempos, num país onde viveu e no clube que representou, foram decisivos para a opção da Eusébio Cup viajar até ao continente americano.

 

CIMwvJyWsAAM5Mx.jpg

 

Criada em 2008, a Eusébio Cup visa homenagear um dos melhores futebolistas de todos os tempos e a maior referência da longa e rica história do Sport Lisboa e Benfica, um dos maiores clubes do Mundo.

O CF Monterrey é o segundo clube do continente americano a participar na Eusébio Cup depois dos brasileiros do São Paulo em 2013.

Inter de Milão, AC Milan, Tottenham, Arsenal, Real Madrid e Ajax, foram os restantes clubes que contribuíram para prestigiar este troféu.