Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Rumo ao Tetra

Red Pass

Rumo ao Tetra

Sporting 0 - 1 Benfica: Bailando no 1º Lugar

_JPT4897.jpg

(Fotos: João Trindade) 

 

A génese verde é muito isto: começar o derby com João Pereira e Bruno César a titulares, com Jesus no banco e levarem um golo de um grego que, segundo eles, não fazia falta e veio para o Benfica.

Só a frase de cima bastava para explicar esta vitória. Mas há mais. Muito mais.

 

Os lags andam em festa desde o verão. Eufóricos e a saírem de todos os buracos onde se esconderam na última década. Embalados com uma inusitada série de vitórias em derbys que, vendo bem, lhes deu um troféu e nada mais. Como se não bastasse  a bazófia verde, o seu líder elevou para níveis nunca antes vistos no futebol nacional todo um ódio, toda uma raiva, todo um complexo de inferioridade repetido todos os dias em dezenas de entrevistas nas televisões, nos jornais, nas rádios e, especialmente, no facebook onde é verdadeiramente um campeão. A imprensa adora-o e faz eco de um ruído muito para lá do razoável há meses e meses.

O pré jogo foi digno de ser gravado para sempre. Uma recepção ao autocarro convocada via internet, como sempre, frases de incitamento ao campeão na relva e nos balneários, coreografias e tarjas épicas para mais tarde recordar e depois ir a jogo e perder. São assim.

_JPT4921.jpg

Mas do nosso lado também foi mais uma jornada bíblica. Se alguém informasse há seis meses que hoje o Benfica vinha disputar o derby com Ederson na baliza, Lindelof ao lado de Jardel, André Almeida na direita e Renato Sanches no meio, iria ser gozado. Mas foi isto que aconteceu.

Aliás, antes da partida para Alvalade uma rápida visita às redes sociais assustava o benfiquista mais optimista. A lesão do Júlio César era o fim do mundo, Lindelof não tinha pedalada para Slimani, era tudo um pesadelo.

Eu sempre digo sobre estes jogos em Alvalade coisas sobre factos que testemunhei. O meu primeiro derby lá foi a tal goleada que eles adoram lembrar e vivo bem com isso porque festejei uma dobradinha nessa época. Já vi o Sabry calar um estádio esgotado que tinha prometido festejar e fazer de nós cabeçudos, já vi o Benfica a golear com o Neno na baliza. Eu já vi o Benfica ganhar muitos mais derbys que eles. Aliás, neste novo Alvalade, o Benfica tem mais derbys ganhos para o campeonato do que o Sporting, pensem nisso.

Quando menos esperam, o Benfica ganha e eles batem o recorde de esvaziamento do seu estádio. E lá voltam eles para sua vida de comunicados, discussões de árbitros e estudar o que vão copiar a seguir.

 

O Slimani está para ser castigado há semanas mas jogou. Não o castiguem tão cedo que o homem tem estado imparável. Andaram a poupar o Adrien para sair discreto do jogo e ser expulso no banco, já que dentro de campo ninguém o expulsava. Tinham tudo para fazer o que tanto sonham mas não conseguiram.

_JPT4978.jpg

À semelhança do que vimos acontecer com Oblak, o Benfica tem na calha mais um excelente jovem guarda redes que só estava à espera de uma oportunidade destas para mostrar porque é que é um jogador da selecção olímpica brasileira.

Ederson não vacilou. Aliás, os mais novos é que deram o mote para mais uma grande vitória. Pizzi e Gaitán passaram ao lado do jogo. Valeu a entrega de todos.

Mantendo o mesmo esquema de jogo, o Benfica entrou bem e chegou ao golo. Muito parecido com o que aconteceu no jogo da Taça. Mas com a vantagem conquistada não houve a tentação de defender demasiado atrás. Raras vezes o Sporting criou real perigo na primeira parte. A prova é que só esteve perto de marcar num tiro fora da área com a bola devolvida pela trave.

A grande diferença neste derby esteve na gestão de jogo e nas substituições de Rui Vitória na 2ª parte. Desta vez, foi Jesus que desesperou e arriscou descoordenadamente dando hipótese ao treinador do Benfica responder de maneira eficaz segurando bem a vitória.

_JPT5049.jpg

Entrou Jimenez para ser o primeiro defesa a pressionar a saída de bola do adversário e ainda procurar contra atacar com frescura, lançou Fejsa para se juntar ao eficiente Samaris e tornar o bloco do meio ainda mais forte e Salvio também foi a jogo na procura de espreitar saídas para o ataque com critério.

Como Ruiz resolveu deitar para fora a grande oportunidade que tiveram, é justo dizer que foi relativamente tranquilo segurar a preciosa vantagem para sair com os 3 pontos e o 1º lugar recuperado.

Nem foi preciso um golo caído do céu como no ano passado, o Benfica esta noite ganhou e ganhou muito bem a um adversário que achou que já não era preciso fazer mais nada para se mostrar superior. Nós somos o Sport Lisboa e Benfica, estamos sempre prontos para vencer.

_JPT4836.jpg

 Esta é uma vitória muito saborosa, talvez a mais saborosa de todas pelos motivos que já mencionei. Merece ser festejada. Mas só foi possível com muito trabalho, com silêncio absoluto às provocações infantis vindas do outro lado todos os dias, com humildade e muito querer. O apoio que se viu no sector visitante não engana. Ali ninguém estava preocupado com as ausências na equipa, estávamos todos ali para apoiar os que entrassem em campo com o manto sagrado. Hoje, como ontem, como sempre!

A vitória do clube grande contra o clube do Campo Grande.

 

Agora, muita calma. Ganhámos a uma equipa que abdicou de tudo só para estar à nossa frente do campeonato. Queriam os milhões da Champions, foram parar ao Skënderbeu da Liga Europa de onde cedo saíram pela porta de Leverkusen. Iam, finalmente, ganhar a Taça da Liga mas foram corridos por um clube da 2ª divisão. Na Taça de Portugal já faziam piadas com o Jamor, foram de vela em Braga. Na única prova em que tudo apostam acabam de cair na classificação, não fazem um golo há dois jogos.

A partir de hoje deixaram de ser um problema nosso. Suponho que irão continuar obcecados com o nosso clube mas já não nos interessam para nada. Agora, só nos interessam os 9 adversários que temos de vencer para ganhar o Tri. Concentração máxima para o duelo europeu onde estamos em vantagem e não esquecer a Taça da Liga. Isto sim, é de clube grande e não se decreta por facebook.

_JPT5117.jpg

 A vitória no derby veio na altura mais importante. Também sabemos a coreografia do "Bailando". Podem odiar à vontade mas o Benfica é um clube maravilhosamente estabelecido.

Foram só 3 pontos. Mas podem ter sido "os" 3 pontos. Sigamos o caminho tranquilos e sempre concentrados nos nossos objectivos. Imunes ao ruído invejoso.

 

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2