Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Respeitar Guimarães e o "Bitória"

GetImage.jpg

 Fico apreensivo com o que vou lendo pelas redes sociais e constato que muitos benfiquistas que vão ou querem ir a Guimarães não fazem a menor ideia sobre o seu destino.

Para todos os que costumam acompanhar o Benfica pelo país fora nem é preciso explicar o que é ir apoiar o Benfica à Cidade Berço. Mas como este jogo ganha contornos muito particulares é melhor falarmos um pouco sobre a realidade à volta do Estádio D. Afonso Henriques.

 

Isto não é uma tentativa nem de assustar os benfiquistas, nem de ofender os vimaranenses. Pelo contrário, é constatar alguns factos.

 

Comecemos pela vertente futebolística.
O Benfica tem dois jogos para garantir o Bi Campeonato. Precisa de uma vitória. O que todos queremos é que aconteça já no domingo. O que poucos admitem é que esta é uma das partidas de maior grau de dificuldade do nosso campeonato. Não só pelo ambiente adverso, já lá vamos, mas também pelo que joga a equipa de Rui Vitória, principalmente em sua casa. Nem é preciso andar muito para trás para relembrar aos benfiquistas que o Vitória também sabe crescer nestes momentos, basta lembrar a final da Taça de Portugal no Jamor há dois anos.

Por isso, antes de se pensar em Marquês e na ressaca de 2ª feira é melhor ter noção que será muito importante contar com Nico Gaitán para esta última batalha fora da Luz. Vamos ter muito que lutar, suar e sofrer para conseguir os 3 pontos no próximo jogo.

Não me parece boa ideia inverter a mentalidade, isto é, pensar que só faltam 3 pontos, que basta ganhar em Guimarães. Isto porque o "só" e o "basta" estão disfarçados de muitas dificuldades. Portanto, encaremos este jogo como encarámos as idas ao Restelo e a Barcelos, concentrados e preparados para a luta, em vez de pensarmos em passeios e festejos.

 

Por falar em passeios, o pessoal benfiquista que acha que vai para Guimarães fazer uma bela festa antes do jogo e uma grande comemoração após a partida, caso corra bem, pode mudar de ideias enquanto é tempo.

Guimarães é uma cidade que vive o seu clube de verdade. Lá não existe o conceito de segundo clube. Quem é do Vitória não tem simpatia por nenhum outro clube, ao contrário do que acontece no resto do país onde os grandes acabam, quase sempre, por jogar em casa.

Os adeptos do Vitória não tratam o seu clube por Guimarães. Se perguntarem lá a alguém se é do Guimarães vão ouvir logo a resposta: "Guimarães?! Que clube é esse?! Só conheço o "Bitória"!  Além de ficar logo conotado como "Mouro" devido ao lapso.

O Estádio D. Afonso Henriques apresenta das melhores médias de assistência por época, vende lugares cativos anuais em números que se aproximam dos chamados grandes clubes. É um estádio que quando recebe os maiores emblemas nacionais não se divide no apoio nas bancadas, a maioria canta sempre pelas cores pretas e brancas.

Mesmo num jogo de possível título benfiquista. Especialmente num jogo de possível título benfiquista. Os vitorianos vão querer mostrar a sua força.

 

Fora de estádio a mentalidade é a mesma. Além de alguns grupos de adeptos mais radicais e violentos que costumam deixar marcas nos adversários com histórias amplamente divulgadas nos meios de comunicação social ao longos dos anos, há o sentimento comum de não se gostar de ver nas ruas adeptos com as cores do adversário. Não só em dia de jogo, é sempre.

Não é por acaso que no centro histórico da cidade há bandeiras do Vitória às janelas todo o ano.

 

Isto não é bom nem mau. É assim. Não é moda, é um facto, é uma característica. Não interessa se concordamos ou não. Interessa que devemos conhecer esta realidade e respeitá-la. Por isso, será boa ideia os nossos adeptos não se lembrarem de ir passear todos fanfarrões de bandeiras, cachecóis e roupa do Benfica.

Assim como será boa ideia pensar na logística para entrar e sair do estádio sem surpresas de maior.

 

Volto a repetir, estou só a constatar factos. Guimarães é das cidades mais bonitas de Portugal, vale muito a pena passar lá uns dias para conhecer a sua história, ver os monumentos, apreciar a fabulosa gastronomia, aproveitar a animada noite do centro histórico e conviver com os locais que sabem receber como ninguém. Desde que deixem o futebol fora disto, claro está.

 

Posto isto, todos a Guimarães para apoiar o Benfica. Como sempre, com o mesmo espírito de sempre.

Rumo ao 34!

65 comentários

Comentar post

Pág. 1/3