Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Rumo ao Tetra

Red Pass

Rumo ao Tetra

Qual é o Problema Desta Gente ?!

record-2015-09-28-3fdba3-x.jpg.png

O circo continua forte fora de campo.

Basta agarrar numa capa qualquer, neste caso escolhi a do Record, para ser perceber que há algum problema com o pessoal que orienta os clubes rivais.

Pensava eu que ia ser uma época tranquila depois do verão quente. Recordo que depois do Benfica concretizar a conquista de seis troféus seguidos até Maio no futebol profissional, os adversários reagiram com determinação. Os vizinhos resolveram apostar tudo oferecendo uma fortuna pelos serviços da equipa técnica que tinha orientado o Benfica nos últimos seis anos.

Depois o rival do norte consumou o desvio do defesa direito que esteve no Benfica nos últimos oito anos.

Passadas seis jornadas ambos os rivais caminham na frente do campeonato e o vizinho até ganhou uma Supertaça ao Benfica.

Tudo mais calmo e a poderem deixar agora o nosso clube descansado no começo de um novo ciclo. Errado!

Tem sido um festival de declarações nas redes sociais, na imprensa, em meios de comunicação próprios e até em Assembleias Gerais !

 

O clube da nossa ex equipa técnica tem dado uma demonstração de força ao nível do choro com arbitragens. Onde eles sempre foram fortes estão agora imparáveis. Mesmo sendo a equipa com mais penaltis oferecidos na competição, quando o resultado não bate certo com o vencimento da equipa técnica seguem-se dias de escárnio e mal dizer contra tudo e todos. Cá e pela Europa fora. Já ninguém liga. Numa semana ganham no final de um jogo em casa após penalti oferecido e expulsão de um adversário e nada dizem sobre quem apita. Depois não acontece o mesmo milagre final e empatam a zero no Bessa e é o fim do mundo em cuecas. Até aqui nada de novo.

 

O pior é quando nos chegam ecos de reuniões magnas que não nos interessam nada mas passam para assunto na ordem do dia por tanto mencionarem o Benfica.

O homem que dirige o clube verde chama-nos Carnide, fica com a equipa técnica que tanto criticou durante anos e até descobriu que as percentagens de adeptos estão todas erradas.

Afinal, a nossa experiência de vida está toda enganada. Nas escolas primárias, nos liceus, nas universidades, nos nossos empregos, nos nossos bairros, de norte a sul, a diferença entre o número de benfiquistas e sportinguistas é mínima.

Isso de haver muitos mais benfiquistas é uma treta, segundo o anti benfiquista mais mediático do momento.

Somos 4,5 milhões, mais ou menos. Já eles são para cima de 3,5 milhões.

 

Boa. Então porque é que ninguém patrocina as camisolas do Sporting? Ora, porque os sportinguistas insistem em alimentar o mito dos mais de 6 milhões de benfiquista. Isto é tudo óptimo.

Ainda bem que são os sportinguistas os culpados de não verem o que só o seu presidente vê. Nós somos 4,5 milhões, eles 3,5 milhões. Nós não discutimos números, ele culpa os seus de alimentarem um mito com o número dos nossos adeptos. Isto é tão surreal que começa a ser historicamente bom.

 

Por outro lado, gostava de deixar bem claro que não podia estar mais distante desta contagem de adeptos. Nunca gostei que o meu clube andasse atrás de recordes do Guinness, nunca gostei do discurso dos 6 milhões em Portugal e 14 milhões pelo mundo, nunca entrei em nenhuma discussão que andasse à volta do tema milhões de adeptos. Não me interessa.

O que interessa ter milhões, três, quatro, seis ou dez, se só aparecem na Luz 40 mil para o campeonato e 10 mil para as taças? O que interessa isso dos milhões se os pavilhões não esgotam? O que interessa o nome no Guinness se só aparecem poucas centenas nas Assembleias Gerais?

 

Mas a vida ensinou-me que, realmente, somos muitos mais do que os outros todos juntos. Só não sabia que isso causava tanto transtorno nos antis. Desde os tempos em que brincava na rua no meu bairro, desde os tempos da escola primária, preparatória e liceu, desde os tempos de passagens por várias empresas na vida profissional, os benfiquistas sempre foram maioria. Sempre. Depois descobri que até no norte do país há tantos ou mais benfiquistas que portistas. Aliás, a militância dos benfiquistas do norte é apaixonante.

Ora, para a teoria do maior anti estar correcta era preciso que a norte houvesse quase tantos benfiquistas como verdes. Mas aqui quem desempata são os azuis. Perguntem a qualquer adepto portista qual é a rivalidade que tem com vizinhos verdes? Não tem porque existem muito poucos verdes na zona dos dragões. Ou então, perguntem a um benfiquista do norte se prefere ganhar ao Porto ou Sporting. Pois. Nem levam os verdes a sério.

 

Isto é o que a vida nos ensina. Mas isso não interessa nada a partir de agora. Somos 4,5 milhões e temos 3,5 milhões de rivais verdes.

É tão divertido quanto ler Carnide associado ao Benfica. Come-se bem em Carnide, não sei se sabem. Gosto muito daquela zona, não me chateia nada. Só me faz confusão promover um local tão bem conceituado em Lisboa pela sua oferta gastronómica em vez de falarem do Colégio Militar ou Alto dos Moínhos, duas estações de metro com acesso directo à Luz. É um bocado forçado para quem joga algures entre a churrasqueira do Campo Grande e o Lumiar e tem modalidades espalhadas há anos por Odivelas e arredores. Mas Carnide é uma nobre zona, que não sobrem dúvidas sobre isso.

 

O grande líder anti ainda falou em prostituição nas ilhas e continente. Suponho que se tenha referido a pagamentos na ordem dos dois mil euros feitos pelo seu clube na Madeira. Mas isso é lá problema dele.

Quanto ao Cervi, ontem o João Gobern explicou tudo na RTP Informação. Procurem nas vossas boxes que está lá tudo. Vale a pena.

 

Para terminar, o eterno complexado com o Benfica veio explicar que o veterano defesa direito não saiu para o Porto por dinheiro. Pois não, deve ter sido por estar farto de ganhar títulos nos últimos anos e quis experimentar uma equipa que nada ganha há duas épocas por conselho de um Cebola. É isso. Desde que o Nelson Semedo pegou de estaca no lado direito da defesa do Benfica nem me lembro quem lá andou nos últimos tempos. Isso deve ser chato para quem está a gastar uma fortuna no vencimento de um veterano sul americano.

 

Isto tudo com dois pontos de avanço para o Benfica. Nem quero imaginar quando regressarmos à liderança...

 

18 comentários

Comentar post