Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Moreirense 1 - 4 Benfica: Outra História, O Mesmo Desfecho

_JPT0950.jpg

 (Fotos: João Trindade)

 

Oitavo jogo do Benfica em 2016, oitava vitória, hoje por 1-4 o que aumenta para 27 os golos marcados este mês. Esta foi a 4ª vez que o Benfica fez 4 golos para o campeonato fora da Luz e aumenta para 10 vitórias seguidas na Liga um registo que já não acontecia desde 2013/14.

 

É a forma como o Benfica ataca que está a encantar os adeptos. A facilidade em criar oportunidades de golo com movimentações constantes de jogadores entre as alas e meio do terreno a obter desequilíbrios entre quem defende. Nem é importante os nomes dos jogadores porque a equipa vai rodando, as trocas sucedem-se e o resultado tem sido o mesmo, muitos golos.

Hoje o "11" do Benfica mudou em relação à última 3ª feira. Era importante não cair no erro de se pensar que a goleada da Taça da Liga no mesmo relvado contra o mesmo adversário iria tornar este jogo de campeonato mais fácil. Apesar do 1-6 do outro dia, hoje o jogo começava novamente 0-0 e o Moreirense ia apresentar mais qualidade individual na sua equipa.

_JPT0878.jpg

A maneira como o Benfica abordou o jogo foi meio caminho andado para cumprir a sua obrigação. Entrou determinado em busca do golo e a querer novamente ganhar convincentemente como se o jogo anterior não tivesse acontecido.

 

Agora com Gaitán entre os titulares mais fortes e Pizzi de regresso, a equipa de Rui Vitória voltou a mostrar coesão e processos assimilados.

Na defesa a única nota de preocupação, a saída por lesão de Lisandro. Sabe-se que Luisão espreita o regresso mas era importante não perder o argentino numa altura tão intensa da época.

As apostas nos flancos foram as do costume, André e Eliseu. No meio Renato é imprescindível e Samaris reconquistou o seu espaço na ausência de Fejsa. Gaitán e Pizzi nas alas é um luxo, e a dupla na frente continua a entender-se com golos, Jonas e Mitroglou.

_JPT0800.jpg

O melhor marcador do campeonato abriu o caminho para a vitória respondendo de cabeça a um brilhante cruzamento de Pizzi. O Moreirense nunca desistiu do jogo e teve sempre em Iuri Medeiros e Boateng duas ameaças à baliza de Júlio César.

Renato Sanches sentiu que o 0-1 era curto e quis acabar a primeira parte com um passe a puxar pela corrida de Eliseu que deu tudo para ir à linha de fundo cruzar com estilo para um remate de primeira à ponta de lança de Mitroglou. Era o 0-2 e uma 2ª parte com um horizonte bem mais tranquilo.

 

Quando o Moreirense procurava voltar à discussão do resultado foi, novamente, atropelado pela dinâmica atacante do Benfica. Pizzi, Jonas e Gaitán, imparáveis construíram num ápice mais uma goleada. Muita qualidade nos passes e na finalização das jogadas que deram mais dois golos na 2ª parte. A facilidade com que o Benfica resolveu o problema em Moreira de Cónegos proporcionou uma noite tranquila aos seus adeptos e deu para começar a pensar na próxima deslocação ao Restelo.

_JPT0845.jpg

 O jogo terminou com mais um golo de Iuri Medeiros ao Benfica, merecido pela procura, preocupante pela insistência.

O Benfica foi o último a entrar em campo entre as equipas que lutam pelo título e foi o que resolveu o jogo da maneira mais fácil. Na próxima jornada será o primeiro e espera-se que mantenha este ritmo.