Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Estoril 0 - 1 Benfica: A Eficácia de Raul, a Segurança de Ederson e o Regresso de Jonas

raul jimenez estoril.jpg

 

O mais importante foi conseguido, uma vitória e três pontos conquistados.

É importante ir passando estes obstáculos mais perto de casa, aconteceu a meio da semana no Restelo e agora no Estoril. São jogos de uma proximidade rara ao estádio da Luz que fazem a sentir a equipa mais confortável com a curta deslocação e o ambiente.

Depois do triunfo no derby era imperativo dar seguimento ao bom momento com uma vitória na Amoreira. O objectivo foi conseguido mas as dificuldades foram grandes. Aliás, já na época passada este jogo foi muito suado, o Benfica venceu com uma remontada.

 

À medida que o plantel dá mais opções ao treinador é permitido a cada adepto discutir qual o onze ideal a apresentar, isto sem beliscar as apostas da equipa técnica que vai seleccionando quem lhes dá mais garantias.

Mas este jogo é especial porque marca o regresso de Jonas aos relvados e o brasileiro em boa condição física terá de ser titular. Aqui penso que estamos todos de acordo. Jonas entrou já com o resultado em 0-1 e logo deu para matar saudades daquele toque de bola e daquela inteligência a jogar à bola.

Isto quer dizer que Rui Vitória terá de repensar toda a frente de ataque, uma boa dor de cabeça para os próximos tempos.

 

Hoje a equipa não confirmou a tal eficácia tão elogiada nos últimos derbys, parece que quanto tem mais bola e mais oportunidades de marcar a tendência é para facilitar na finalização e isso complica muito o jogo.

Não marcar nas alturas certas pode trair o bom trabalho colectivo, aconteceu na Madeira quando Salvio acerta na trave e depois o Benfica acaba a perder o jogo.

Num jogo em que Cervi e Rafa ocuparam as alas, Raul repetiu a titularidade com mais um golo decisivo e Guedes juntou mais velocidade aos extremos, o Benfica procurou sempre o ataque por via vertiginosa nas duas alas. O problema é que o jogo acaba algo previsível e obriga Raul a descair para os flancos à procura de bola e ninguém ocupa o seu lugar na área como referência de ataque.

Tudo é ultrapassado quando a velocidade alia a qualidade individual e resulta em golo. Aconteceu com o penalti de Raul.

Mas depois abre-se nova discussão no sector defensivo. Já se sabe que temos de improvisar na esquerda com a competência de André Almeida, que não deixa de ser uma adaptação, mas basta comparar com o outro lado para percebermos a diferença. Nelson Semedo está num nível muito alto tanto a atacar como a defender nesta altura da época.

No eixo da defesa é onde se abre a maior discussão actualmente. Será esta a melhor dupla centrais? Vimos no Restelo Jardel e Lisandro a darem boa conta do recado, embora num jogo de nível de dificuldade muito diferente. Lindelof estará confortável a jogar na esquerda? Não será mais seguro apostar em Jardel ao lado de Lindelof, como sueco mais à direita?

São estas as questões que os benfiquistas levantam neste momento, isto porque Luisão não está no seu melhor momento de forma mas é o indiscutível capitão e líder. Tudo opções para serem discutidas nas bancadas mas também para Rui Vitória reflectir.

O mais importante é saber que há cada vez mais soluções para aperfeiçoar a equipa.

A vitória suada de hoje obriga a trabalhar sempre no limite e pensar sempre em mais e melhores soluções.

O que não tem discussão é a importância de Ederson a segurar pontos nesta Liga. Impressionante qualidade do jovem guarda redes do Benfica a aparecer nos momentos certos do jogo quando os seus companheiros mais precisaram de si.

 

A vitória do Benfica é justa, claro, mas podia ter sido traída pela ineficácia ofensiva e desacerto defensivo. Valeu a qualidade de Raul na hora do penalti, de Ederson e do regresso do grande Jonas.

Mais uma jornada, mais uma vitória, o líder segue na frente.

4 comentários

Comentar post