Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Benfica 6 - 0 Belenenses: Pastéis à Meia Dúzia São Mais Saborosos

_JPT0080.jpg

Recuperemos três ideias que tenho defendido nas crónicas dos jogos desta temporada.

Era preciso um tempo de trabalho sem circos nem fantasmas e nesse contexto a paragem das selecções veio a calhar.

Era preciso saber com quem o treinador realmente contava entre os jogadores negociáveis, entre os jogadores em processo de renovação e entre os jovens à porta da equipa principal. Com o fecho do mercado ficámos a saber que Gaitán fica de corpo e alma, que Jonas é para continuar de águia ao peito (Júlio César deve ser o próximo a renovar) e que há mesmo miúdos prontos a agarrar a titularidade.

Finalmente, a questão do treinador. Tenho dito que Vitória precisa de encontrar o seu espaço e para isso tinha que apresentar uma equipa próxima do onze ideal e uma exibição convincente.

 

Duas semanas de trabalho depois o Benfica apresenta a melhor exibição da temporada com uma das maiores goleadas de sempre ao rival azul da capital!

_JPT0091.jpg

Rui Vitória arrumou ideias, aproveitou a recuperação de todos e apresentou uma equipa que agradou aos adeptos e correspondeu às expectativas.

Na defesa houve o regresso de Jardel, recuperando a dupla de centrais de sucesso da época passada. No meio campo apostou em Talisca no lugar de Pizzi, uma escolha que se pedia e se mostrou acertada. Para a ala direita foi lançado Gonçalo Guedes que não desiludiu.

 

O Belenenses chegava à Luz com grande moral, ainda não tinha perdido na Liga e vai lançado na Liga Europa. Para não haver choros, não faltou Miguel Rosa e Carlos Martins em campo liderados pelo leão Sá Pinto que deixou os rivais verdes cheios de esperança nesta visita à Luz. Correu mal. Acontece.

_JPT0053.jpg

O Benfica entrou muito bem e fez tudo o que ainda não tinha feito esta época. Pegou no jogo, mostrou qualidade na organização do ataque, e os jogadores mais valiosos mostraram mais vontade do que nunca para tentar resolver o jogo cedo. Em meia hora, entre  o minuto 5 e 40, o Benfica fez golos pela primeira vez na baliza norte. Três sem parar, Mitroglou a passe de Jonas que depois comemorou a renovação de contrato com um bis que resolveu o jogo. O Benfica que queremos, o Benfica que sempre esperamos, apareceu em força e atropelou a equipa de Belém.

 

Com a estreia europeia no horizonte ficava a dúvida ao intervalo, gerir a vantagem confortável ou manter o ritmo em busca de uma goleada à antiga.

_JPT0143.jpg

A resposta vem em 10 minutos, entre o minuto 53 e 63 mais três golos para não desiludir o público da baliza grande. Mitroglou bisou, Nico Gaitán juntou um golo a finalizar uma jogada de elevada nota artística com Jonas. O argentino ficou depois do fecho do mercado e só me apetece dizer: obrigado!

Para a noite ficar ainda mais inesquecível faltava Talisca voltar aos golos muitos meses depois, sete. Um pontapé incrível do meio da rua, como se dizia antigamente, e a bola a terminar na baliza de Ventura pela sexta vez.

Há noites assim... Em Aveiro houve remates de toda a forma e feitio e nenhum entrou, hoje até aquela bomba de Talisca foi lá parar. É assim o futebol.

_JPT0102.jpg

Quando se joga bem, com qualidade, os golos ficam sempre mais perto. Hoje o show de bola teve correspondência nos golos.

Ainda houve tempo para Jimenez jogar mais uns minutos, para Nuno Santos se estrear na equipa principal e Pizzi fazer a recta final. Ganhar o jogo, ganhar uma equipa e ganhar vários jogadores para acompanharem o génio de Gaitán e Jonas.

 

Um grande triunfo também para os adeptos da Luz que não se têm cansado de apoiar este novo Benfica, hoje chegou a recompensa por tanta e tão boa entrega mesmo depois de dois jogos complicados. Em três jogos na Luz já festejámos 13 golos. Nada mau.

_JPT0139.jpg

Uma última nota para dizer que os problemas entre adeptos do Benfica resolvem-se entre adeptos do Benfica. Quando se torna um pretexto para um festival selvático e desmedido de violência pela parte do Corpo de Intervenção da PSP é só triste e vergonhoso. Impensável que o final de um jogo destes fique marcado pelo êxodo de quem paga bilhete para fora das bancadas.

 

Agora é manter a qualidade já na estreia da Champions League. Grande noite de futebol, Benfica!

 

Fotos de João Trindade