Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Benfica 2 - 0 Astana: Bom Arranque na Champions

_JPT0353.jpg

Um dia, os benfiquistas vão entender que a grandeza do clube não se mede pelo nome do adversário que visita a Luz. Assim como não se mede com circos do Guinness, nem com contagens de não sei quantos milhões pelo mundo fora.

 

Um dos dias mais esperados dos últimos meses chegou, o Benfica entra em campo para a sua estreia na melhor competição de clubes do mundo. Entra como Bi Campeão nacional, por mérito próprio. Defronta uma equipa estreante. Só calhou com o Astana porque no sorteio o Benfica esteve no primeiro pote e o clube do Cazaquistão estava no quarto.

_JPT0237.jpg

 Eu não consigo imaginar momento mais especial no arranque de uma temporada do que a noite de estreia na Liga dos Campeões. Pelos vistos, como eu, há mais uns 30 mil benfiquistas a pensar assim. Meio estádio. Nem isso, porque o Astana não trouxe adeptos.

Um rápido olhar pelos outros jogos da noite na Champions mostra que as bancadas vazias da Luz são um motivo bem embaraçoso para encarar o resto da Europa.

 

Foi, então, com meia casa que o Benfica teve de ir à luta pelos primeiros três pontos na Europa. Tudo o que se sabia do Astana veio confirmar a postura defensiva e pressionante dos estreantes na prova.

Rui Vitória apostou na mesma equipa que goleou o Belenenses e o Benfica podia ter voltado a repetir o recital de sexta feira. Os falhanços de Jonas foram adiando a tranquilidade da equipa e a exibição desceu muito de qualidade.

_JPT0334.jpg

 O futebol do Benfica ficou lento e previsível muito por culpa da falta de mobilidade de Talisca e Samaris na hora de construir. Também Eliseu e Nelson não davam a necessária profundidade para criar alternativas na circulação de bola. Assim tudo ficava a depender do génio de Gaitán e das iniciativas de Jonas a sair da área. Na primeira parte tudo isto foi pouco e não chegou para o golo.

 

Na segunda parte tudo se complicou com o Astana a tentar crescer no jogo. A melhor oportunidade aparece na baliza do Benfica com a bola a bater no poste num momento de sorte de Júlio César.

_JPT0404.jpg

 A resposta foi rápida e apareceu mesmo o tal génio Niico Gaitán, virado para sul em mais uma jogada de grande nível, o argentino fez o primeiro golo europeu da época na baliza grande e abriu caminho para uma exibição muito mais segura e para uma vitória muito importante.

Depois do primeiro golo o futebol do Benfica acalmou e entrou no nível desejado, foi com naturalidade que se chegou ao 2-0. Uma boa jogada de Eliseu que meteu a bola mesmo ao jeito de Mitroglou que aproveitou para marcar.

Podiam ter sido mais mas o 2-0 é um resultado perfeitamente aceitável e era o que se pedia ao Benfica neste arranque de competição. Como o Atlético de Madrid venceu na Turquia, as contas encaminham-se para que a qualificação seja disputada com o Galatasaray.

_JPT0269.jpg

 Hoje aconteceu normalidade dentro de campo com a vitória do Benfica mas as bancadas despidas do Estádio da Luz deram um ar de meia final da Taça da Liga a um dos três jogos em casa da Champions League.
São os tais 30 mil do costume, assim como a Assembleia Geral da próxima 6ª feira terá 200/300 pessoas. Este é que é o Benfica. Por mim, tudo bem. Já estou habituado. Mas o Nelson Semedo e o Gonçalo Guedes, por exemplo, se calhar preferiam ter hoje casa cheia a apoiá-los em vez da enchente que houve no último jogo do campeonato em Maio quando tudo já estava decidido e toda a gente podia ir à Luz.

 

FOTOS: João Trindade

 

 

12 comentários

Comentar post