Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Benfica 1 - 0 Nacional: Fechar 2015 a Ganhar

_JT_4312.jpg

 (Fotos: João Trindade)

 

O ano 2015 ficará para sempre na nossa memória como aquele em que festejámos um bi campeonato ao fim de mais de 30 anos de espera. Também foi o ano em que ganhámos mais uma Taça da Liga. E ainda, o ano em que brilhámos na Europa com uma vitória histórica em Madrid depois de meia temporada sem jogos europeus.

Isto é tudo muito relativo, claro. Que importância tem ganhar a Taça da Liga? Aparentemente, só metade dos habituais presentes na Luz dão importância à prova. Isto se formos interpretar assim a presença de 20 mil pessoas no último jogo do ano. Na prática, há muitos mais benfiquistas a darem importância a uma Taça que tem enriquecido o nosso museu. Mas quando comparamos a competição agora patrocinada pelos CTT com o feito de vencer dois campeonatos seguidos, percebemos que não tem comparação. Depois, se tivermos a sorte de um dia falar com um benfiquista que tenha ganho duas taças do campeões europeus seguidas, percebemos que os dois campeonatos seguidos também são de importância relativa. Ontem tive a sorte de conhecer o bi campeão europeu Mário João que me fez sentir essa relatividade na comparação dos feitos na história do Benfica.

_JPT6747.jpg

O que é sempre certo, é que no Benfica é sempre para ganhar. Se o jogo é oficial e na Luz é para lá estarmos e para ganharmos. Ontem era a estreia na prova que mais alegrias nos tem dado na última década, era, também, o último jogo do Benfica em 2015. Nem que fosse pelo simbolismo da despedida a um ano que nos correu tão bem, era noite de ir à Luz.

Ganhámos e cumprimos a obrigação de somar três pontos no arranque da prova. Houve estreias a assinalar. Ederson na baliza teve oportunidade de brilhar várias vezes, Lindelof ao lado de Lisandro no centro da defesa pode orgulhar-se de sair com a folha limpa, Sílvio como capitão guardará o momento para sempre, Cristante e Carcela a titulares fizeram pela vida. Mais o segundo do que o primeiro, ambos muito melhores do que Talisca que parece querer sair deste elenco.

Qualidade de jogo? Pouca, às vezes nenhuma. Jogo com poucas oportunidades de golo, o Nacional se tivesse sido mais atrevido podia ter saído de Lisboa feliz mas preferiu assustar e ficar na expectativa. Aproveitou o Benfica para ir mantendo a procura de um jogo mais convincente que só aconteceu no último quarto de hora da partida.

Rui Vitória teve mesmo que chamar Renato Sanches, Jonas e Raul Jimenez para dar à equipa a qualidade e objectividade que não se viu até às saídas de Cristante, Talisca e Mitroglou.

_JPT6860.jpg

 O mexicano voltou a ser importante e feliz ao apontar o golo da vitória aos 89'. O mérito da equipa foi, mais uma vez, o de não ter desesperado nem desistido de procurar a vitória. A forma nunca foi convincente mas a vontade apareceu.

Se o jogo não foi melhor, se alguns jogadores não souberam aproveitar a oportunidade para mostrar mais, é um problema que o treinador tem que avaliar e que não pode cair no esquecimento por um golo tardio.

 

Manuel Machado no final do jogo confessou o seu espanto para com o entusiasmo dos 20 mil adeptos benfiquistas nas bancadas apesar da fraca qualidade do jogo. Não percebi se foi para picar o seu companheiro de profissão, desconheço se também tem desavenças antigas com Rui Vitória, ou se foi para nos chamar de pouco exigentes. Meu caro professor, havia de ter vindo à Luz na 2ª mão daquela eliminatória com o Celta e apreciar os primeiros minutos de jogo quando na minha bancada se acreditava que marcando cedo ainda dávamos a volta aquilo... Isto agora é para meninos, professor.

_JPT6954.jpg

Fechámos o ano com um sorriso devido ao golo tardio de Raul Jimenez, ganhámos o último jogo do ano, entrámos na competição com o pé direito. Tudo em modo de serviços mínimos, é certo, mas o objectivo está cumprido. Agora é virar o ano, apontar baterias para o Minho e pensar em começar 2016 em grande. Já comprei bilhete para o jogo com o Vitória, é em Guimarães que a equipa tem de nos mostrar ao que vai para o resto da temporada.

 

Agora é altura para uma divertida passagem de ano e ganhar forças para os desafios de 2016 para que seja mais um ano à Benfica.

3 comentários

Comentar post