Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Benfica 0 - 2 Basileia: Triste Fim

_JPT1003.jpg

É muito difícil explicar o que aconteceu aqui nesta fase de grupos da Liga dos Campeões. Já passaram os seis jogos e não entendo como é tudo se desenvolveu tão ao lado. É uma questão de perspectiva, basta lembrar que no começo deste ano estivemos a discutir ma eliminatória nesta prova com o Borussia Dortmund vencendo o jogo da Luz. No ano passado fomos afastados da Europa pelo Bayern do Guardiola com um golo de diferença e já nos 1/4 de final. O que é que se passou nesta época?

Dando de barato que o primeiro jogo em casa com o CSKA foi muito ingrato, começámos a prova a marcar e na frente do marcador, a onda negativa que se seguiu é inexplicável.

Para este último jogo eu esperava que a equipa quisesse deixar uma boa imagem e dar continuidade aos últimos resultados positivos conquistados nas provas internas. Para isso era preciso jogar com os melhores e dar tudo por uma vitória e retribuir a coragem que vinte mil adeptos ainda tiveram em ir ao Estádio.

Ciclicamente acontecem jogos destes na minha vida. Jogos de cenários apocalípticos. Daqueles em que as pernas nos levam para as bancadas em piloto automático porque a razão pergunta-nos o que vamos ali fazer. As noites mais marcantes, neste aspecto, foram com o Celta e com o Metalist. Junto agora esta. Sendo que a de ontem é ainda mais negra porque nem um milagrezinho havia no horizonte para alimentar a ficção.

A equipa técnica optou por rodar a equipa toda, mantendo o Jardel e o Pizzi, em busca de motivar os menos utilizados. Teoricamente, seria uma aposta condenada ao insucesso logo à partida porque o Basileia vinha com objectivos bem definidos e na máxima força porque isto é a Champions League e não a Taça CTT. Assim, o resultado acabou por ser lógico, vitória, mais uma, para o Basileia que festejou em Lisboa uma passagem aos 1/8 de final que, por certo, não contavam em Agosto, por alturas do sorteio.

Nem os jogadores menos utilizados aproveitaram a oportunidade, nem o Benfica melhorou a sua imagem na Europa. Foi apenas mais uma noite negra num clube que nos habituou nos últimos anos a andar mais perto do Top 10 da Europa do que campanhas de seis jogos, zero pontos.

Volto ao começo, não consigo explicar o que se passou. Tantas épocas europeias boas, nos últimos anos, e de repente um apagão deste tamanho. Parece coisa retirada do guião de Stranger Things.

Dói porque me habituei a esperar pelo sorteio de Dezembro para aumentar a minha lista de viagens ao estrangeiro e esta época não vai acontecer nada. Em Dortmund pensei onde seria o próximo destino e sonhei com algo grande. Fica tudo adiado.

Mas agora a responsabilidade interna aumenta. Se desprezamos assim um jogo europeu temos que nos atirar com tudo para o próximo jogo com o Estoril e logo a seguir dar tudo em Vila do Conde pela ida ao Jamor.

E que para a próxima temporada se volte à normalidade na Europa. Tenho saudades de viajar para Inglaterra com o Benfica. Vejam lá isso.