Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Basileia 0 - 2 Benfica

 

Todos os jogos têm o seu contexto pessoal. Vivemos cada jogo de maneiras diferentes e há aqueles pormenores que nos servem de auxiliar de memória para depois evocarmos a partida no futuro. Geralmente são as peripécias à volta da viagem atrás do Benfica quando jogamos fora. Quando não dá , como foi hoje o caso, há outros argumentos. Hoje foi o dia que vivi o antes, o durante e o depois no nosso estádio por dentro do nosso clube.

Aceitei (nunca recuso) um simpático convite da Benfica TV para participar no lançamento do jogo no estúdio com a apresentadora Marta, outro convidado, o Nuno - coordenador de futebol juvenil do clube, e participações de ouvintes. 

Tive oportunidade de comentar o valor do Basileia, de falar da importância que teria uma vitória na Suíça e de reagir a quente à surpreendente troca de Cardozo por Rodrigo no onze inicial.

 

Disse que vi o jogo de Portimão na bancada por trás dos golos do Benfica e fiquei impressionado com o entendimento Bruno César - Rodrigo que até deu num golo. Pelos vistos percebo qualquer coisa disto porque Jesus gostou tanto ou mais que eu e resolveu lançar sem medo o internacional espanhol num jogo desta importância.

Em boa hora o fez porque Rodrigo voltou a convencer e curiosamente o primeiro golo da noite tem como intervenientes os dois jogadores de que estamos a falar. Rodrigo faz uma simulação genial sentindo que Bruno César está em condições ideais para rematar. É um lance muito bonito e este entendimento já não pode ser só coincidência. Dois "reforços" para esta época a brilhar ao mais alto nível europeu.

 

Foi um excelente jogo do Benfica que mostrou ter o adversário muito bem estudado, ajudou o facto do novo treinador (ex adjunto do treinador que saiu há dias para o Hamburgo) não ter alterado em nada o esquema táctico da equipa e por isso não houve surpresas para gerir do nosso lado. Consistência defensiva, mais uma grande noite de Artur na baliza, e muita movimentação no ataque com Gaitán, Aimar, Bruno César e Rodrigo em alta rotação arrancando bonitos momentos de futebol atacante.

Javi e Witsel no meio essenciais no equilíbrio da equipa e um jogo sempre dominado com o Benfica na frente do marcador. Soube-se sofrer e soube-se atacar.

Na 2ª parte sempre olhos na baliza, a vontade de resolver o jogo para evitar sobressaltos de maior no fim como aconteceu em Bucareste e o luxo de irmos ao banco de suplentes e poder lançar Cardozo e Nolito, ainda sobrou Saviola!

Cardozo com o seu mau feitio do costume voltou a assinar um momento que lhe valerá certamente mais uns bons assobios na Luz, sem nada fazer e com ar descontraído mastigando pastilha elástica, arranca um pontapé de livre directo que só pára na baliza do Basileia arrumando o jogo, garantido 7 pontos e a liderança no grupo e mais 800 mil euros a somar aos mais de 10 milhões que já foram feitos até agora. Enfim, um triste...

Nota negativa para a expulsão de Emerson que vem reabrir o assunto Capdevila e também para a expulsão de Jorge Jesus que com o jogo resolvido se excedeu nos protestos. Ou então pensou que sem defesa esquerdo para o segundo jogo com o Basileia mais vale ver o jogo do camarote.

 

Foi uma enorme vitória, um passo importante para ficarmos entre os 16 melhores clubes da Europa e uma noite vivida dentro do nosso clube que se deve orgulhar das infra-estruturas que tem a funcionar. Um grande abraço ao Sr. Gonçalves que partilhou comigo a mesa e o jantar no seu Terceiro Anel contribuindo também para me sentir tão bem no meu estádio como me sinto na minha casa.

Com isto tudo dizem-me que com Jesus já vamos em 19 jogos sem perder e em 22 sempre a marcar!

 

(não sei se repararam que o Manchester United só resolveu o jogo de Bucareste na 2ª parte e com 2 penaltis contra os tais "fáceis" Galati)

6 comentários

Comentar post