Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Entrega-se Já o Simbolo de Campeão Para as Novas Camisolas ou Ainda Podemos Usar?

89145JC02.jpg

 

Nem foi assim há muito tempo que estávamos a festejar a conquista do campeonato e da Taça da Liga. Os benfiquistas entraram no verão orgulhosamente Bi Campeões. Devia ser mais do que suficiente para não termos de nos preocupar com o futebol dos outros até ao final da estação.

A conversa de que o Benfica só ganhava por causa dos árbitros e do famoso colo rapidamente se esfumou! Já ninguém quer falar de arbitragem. O clube vizinho do alto da sua coerência rapidamente esqueceu o choro de Capelas e apostou tudo o que tem e não tem na contratação do treinador que em seis épocas ganhou três Ligas na Luz. Depois de meia dúzia de anos a desdenhar o homem e a justificar todas as suas conquistas com um vergonhoso colinho, o Sporting pôe-se na chamada posição de quatro para ter Jesus do seu lado. Neste momento já devem ser homens para afirmar que o seu novo milagreiro só não ganhou os outros três campeonatos no Benfica porque foi roubado. A coerência é assim. Escusado é dizer que neste momento os adeptos chorosos do colinho se sentem Bi Campeões e vencedores antecipados de todas as provas onde vão entrar. Tudo porque resgataram uma equipa técnica a um rival que só ganhava com a ajuda dos árbitros.

 

No Porto, apesar de tudo, há mais coerência. Quem manda acredita que o treinador escolhido há um ano é o homem certo e ficam mais perto de ganhar mantendo quem nada ganhou. Já resultou na Luz. Quem diria que íamos ver os rivais do norte a repetir estratégias usadas recentemente na Luz? Ali acreditam mais na teoria do colinho e mantêm-se fieis à tradição das facadinhas directas no rival, daí a louca proposta a Maxi Pereira que tanto incómodo tem gerado nas hostes azuis. Oitos anos a insultarem o uruguaio para no final da carreira lhe darem uma reforma dourada. É comovente.

Este desvio de jogadores é um fétiche bem antigo de Pinto da Costa a que já nos habituámos. E nem se pode dizer que tenha causado muita mossa ao longo dos anos. É mais o impacto emocional inicial do que o proveito na prática dentro de campo.

 

A estes dois golpes que, repito, anulam a teoria do colinho, ambos os rivais deram tudo junto da Liga de Clubes para que o sorteio dos árbitros regressasse ao futebol português doze anos depois. Tirando o facto de que fica no ar uma sensação de retrocesso no sector da arbitragem, acho que é indiferente se são nomeados ou sorteados. Aqui sim, os rivais parecem aliviados e só faltou saírem de mãos dadas de uma reunião que devia ter sido para melhorar o futebol português.

 

Pergunto eu, o que fizeram os presidentes dos clubes profissionais de futebol para esclarecer quais são os dois clubes da 1ª Liga com dívidas de milhões de euros à Segurança Social? Uma acusação grave feita pelo presidente do Gil Vicente que ninguém desmentiu nem investigou. Facilmente se afastou o Beira Mar das competições profissionais repescando o Atlético, situação que já era tão previsível que nem teve grande impacto.

 

Mas o mais importante está feito, recuperou-se o sorteio de árbitros, tirou-se a equipa técnica que treinou o Bi Campeão e desviou-se o sub-capitão. Tal como há um ano, os perdedores da maratona do campeonato estão todos felizes no verão, o vencedor fica tão baralhado que é melhor ir perguntar à Liga se ainda pode usar o símbolo de actual campeão nas novas camisolas ou se o deve entregar já a algum dos rivais.

Dez Jogadores Contratados!

ngDBFE83B8-615A-49BB-BB3D-554E0E26DA05.jpg

 O Benfica confirmou à CMVM a aquisição de dez atletas vindos de outros clubes.

O guardião Ederson chega proveniente do Rio Ave, tal como Diego Lopes (sendo que ambos já tinham passado pela formação encarnada.

Pelé também assina pelas águias, tal como Dálcio, vindos do Belenenses.

Marçal é o outro nome que aterra na Luz e que jogava no campeonato português.

Além do mercado interno, o Benfica também contratou lá fora. Taarabt e Carcela já tinham sido anunciados e constam no documento, junto dos nomes de Léo Natel, Francisco Vera e Murillo.

Empréstimo obrigacionista aprovado

SLB_Clube_AGSAD_28Novembro2013V.jpg

Teve lugar, esta sexta-feira, no Estádio da Luz a Assembleia Geral da SAD do Sport Lisboa e Benfica em que se deliberou sobre o único ponto em discussão: - Discutir e deliberar sobre a autorização, nos termos do n.º 2 do artigo 8.º do contrato de sociedade, para que a sociedade realize uma emissão de obrigações a colocar através de oferta pública de subscrição, com um prazo mínimo de três anos, denominadas em euros, até ao montante global de 55.000.000,00 (cinquenta e cinco milhões de euros), nos termos que o Conselho de Administração vier a aprovar. A emissão deste empréstimo obrigacionista foi aprovado por larga maioria.

Pág. 1/7