Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Segredos do 34

btv_segredos_do_34_pt.png

 Na próxima terça-feira, 2 de junho, estreia na BTV o “Segredos do 34”. Uma série de entrevistas diárias que lhe dará a conhecer tudo o que esteve por detrás da conquista do 34.º título nacional. O primeiro entrevistado é Luisão. O capitão está na Luz desde 2003/2004 e é um verdadeiro exemplo de "mística". Os recordes que tem batido, a nível individual, prometem-lhe um lugar de destaque na história “encarnada”: superou o histórico Mário Coluna como jogador que mais vezes envergou a braçadeira de capitão do Benfica.

Ui, Que Houve Um Piscar de Olho...

11287213_10153393959838092_642629915_n.jpg

11335701_10153393961603092_1321249360_n.jpg

 Pessoal, o dia 31 de Maio será muito bom para todos. Pela primeira vez desde Agosto de 2013 o Benfica não será o vencedor de uma competição oficial do futebol português.

O Benfica é a única equipa a vencer títulos em Portugal desde agosto 2013: 2 Campeonatos, 1 Taça de Portugal, 1 Supertaça, 2 Taças da Liga.

Pisquem o olho a isto.

Benfica 2 - 1 Marítimo: Dupla Ola Jonas Agarra na 6ª Taça da Liga

1.jpg

Acabar a época a levantar um troféu é terminar como começámos. Em Agosto em Aveiro o Benfica dava um sinal que as notícias da sua morte enquanto clube vencedor eram, talvez, algo exageradas. De lá até agora fica um percurso glorioso que nos leva a fechar a época com três troféus conquistados.

 

Novamente no centro do país para discutir mais uma final da Taça da Liga com o estádio Cidade de Coimbra pintado de vermelho, o Benfica levou muito a sério o último desafio da temporada. Jesus apostou no seu "11" mais forte e a equipa foi em busca do golo. O Marítimo repetiu a boa imagem que tinha deixado na primeira parte do último jogo na Luz para o campeonato e a tarefa não estava de modo nenhum facilitada. Uma palavra também para os adeptos madeirenses que viajaram para apoiar o seu clube e que deram outra cor num canto do estádio. Não é normal ver adeptos insulares presentes em jogos no continente.

_JT_8668.jpg

 O primeiro golo apareceu já parte final do primeiro tempo, o suspeito do costume faz de cabeça o 1-0. Um passe de Jardel que Jonas transforma em golo num movimento de cabeça pleno de classe. Um golo que fazia explodir o estádio de alegria, há 37 minutos que estávamos todos a pensar no mesmo.

Numa altura em que se começa a falar muito de entradas e saídas, importa destacar Jonas. Chegou tarde e em época de estreia em Portugal fez 31 golos, iguala as melhores estreias no clube de Julinho e Francisco Rodrigues, ambos com registos dos anos 40. O Jonas é nosso e há de ser, provavelmente o melhor avançado a jogar em Portugal na próxima temporada, um trunfo bem importante.

Bonito de ver que nos momentos de felicidade a equipa não esquece o companheiro azarado, Salvio.

_JPT6316.jpg

 No intervalo havia um sentimento de normalidade e dever cumprido. É uma das grandes conquistas de Jesus. Habituámo-nos a ganhar e a conviver com as tardes/noites de glória. Voltou a ser normal estar a descansar a meio do jogo e conversar de sorriso na cara enquanto esperamos por mais uma conquista. Já sei que isto é o que devia ser sempre o Benfica mas gosto de olhar para trás nestas alturas e lembrar quantas agonias já passei em intervalos de jogos que deviam ser para ganhar e que nos fugiam. É muito bom voltar a viver um Benfica dominador.

 

Na 2ª parte o Marítimo não se deu por vencido e o magro 1-0 não dava descanso a ninguém. Apesar da expulsão do central Raul Silva logo aos 47', Ivo Vieira teve o mérito de manter a sua equipa equilibrada e fazer acreditar os seus jogadores que era possível chegar ao golo. E foi. Dez minutos depois da expulsão, João Diogo aproveita muito bem para bater Júlio César e repor o empate.

 

Era um duro golpe porque assim o Marítimo podia abdicar de atacar para se concentrar a defender o empate e levar tudo para os imprevisíveis penaltis. O Benfica sentiu o perigo e a partir daí assistiu-se a mais um recital de futebol atacante encarnado. Salim, guarda redes dos madeirenses, foi adiando o golo. De bola corrida, de longe, de bola parada e na área. Parecia que o jogo ia premiar a resistência do Marítimo. Foi pena Gaitán não ter marcado nas várias oportunidades que criou, especialmente naquela recriação de livre directo que resultou num dos melhores golos do argentino na Luz, aconteceu contra o PAOK. Desta vez passou ao lado mas fica a recordação naquele que terá sido o adeus do "10".

_JPT6354.jpg

 Sulejmani e Pizzi não correspondiam e deram lugar a Ola John e Talisca. Do banco veio a agitação que o jogo pedia. Acaba por ser o holandês a fazer o golo da vitória quando faltavam cerca de 10 minutos para o fim do jogo. Um golo tão merecido quanto justo e a partir dali mais ninguém acreditava que a Taça da Liga nos fugisse.

Nem foi preciso recorrer à tecnologia da linha de golo para tirar dúvidas. Tudo claro.

 

Uma dezena de minutos para apreciar a alegria das bancadas e pensar onde estaria a maior parte daquela gente nos jogos da Luz para esta competição, porque é que não aparecem quando é preciso motivar a equipa a meio da época?

_JPT6337.jpg

 O Benfica para vencer a competição teve que fazer 5 jogos. Ganhou todos, marcou 12 golos e sofreu 1. Nestas seis finais de Taça da Liga ganhas, há um dominador em comum, a dupla Maxi e Luisão sempre presente.

Desde Agosto de 2013 que Portugal só conhece um vencedor em provas de futebol nacional. Tem sido um trajecto incrível que ontem terminou com mais uma festa. Em Agosto voltamos a um jogo decisivo para tentar vencer mais uma Supertaça.

 

Não sei de quem me despedi ontem em Coimbra, não sei quem chegará nos próximos meses. Sei que há um ano vencemos tudo em Portugal e os benfiquistas caíram numa depressão durante a pré época que depois deu lugar a mais uma época gloriosa. A ver se este ano há mais tempo para saborearmos estas vitórias e preparar com confiança o futuro.

 

Todas as fotografias: João Trindade

 

 

 

A Honra Maior de Fazer Parte do Programa de Jogo FC United - Benfica

programme cover.jpg

Hoje é um grande dia para o Benfica. O último dia da época 2014/15 fica marcado pela final de Coimbra onde o Benfica tenta juntar a Taça da Liga ao Bi Campeonato e acabar a temporada como começou: a ganhar em Aveiro a Supertaça.

 

Mas há mais. Em Manchester irá acontecer história e o Glorioso nome do Benfica estará envolvido num dos mais bonitos projectos de futebol de Inglaterra, o país do ... futebol.

Uma equipa de jovens jogadores da nossa formação estará no jogo que marca a inauguração do estádio do FC United of Manchester, de quem já se falou várias vezes neste blog. No link anterior podem descobrir toda a história desta paixão dos adeptos de Manchester.

 

Hoje o Broadhurst Park vai estar esgotado com 4 mil pessoas, quase uma centena serão benfiquistas, e o Benfica só pode estar honrado pelo convite.

 

Pessoalmente, é um dia muito especial. Fui contactado para uma entrevista para o programa de jogo oficial e, obviamente, que participei com todo o gosto. Ver o meu nome associado a um momento que tanto admiro enquanto benfiquista é daqueles episódios que não se esquecem.

Agradeço aos incríveis adeptos do FC United que destacam a minha entrevista na descrição do programa de jogo e aos irmãos benfiquistas do Planet Benfica que ajudaram a fazer a ponte Lisboa - Manchester e estarão hoje no estádio a apoiar. 

 

The programme is packed with original content that not only celebrates a landmark fixture but also our 10 year history of supporter ownership and doing things differently.

Be warned, manager Karl Marginson’s column may bring a lump to the throat as he reminisces about the early days when the club had to scrape around to find footballs to play with. He talks about how privileged he feels to have been involved with the club since the very start and the vision and belief of those who have made the club what it is today.

There’s a three-page special highlighting all you need to know about our new ground, including how the ground is set to become the first bee-friendly football stadium in the country. We have a two-page interview with Board member Adam Brown on our 10 year struggle to build a ground and a potted history of the club with some great memories.

We have an in-depth interview with general manager Andy Walsh, reprinted from fanzine Red News, revealing some fascinating insights about the campaigns against the Glazers and the role played by Alex Ferguson at the time. There is also a “Thanks for the memories” spread highlighting some of our supporters’ favourite memories since our formation in 2005 and there’s a moving poem from Pete Crowther that deserves the widest possible audience.

We celebrate our championship winning year in words and pictures and we also reflect back on Manchester United’s first European Cup final played at Wembley exactly 37 years ago against tonight’s illustrious opponents.
Speaking of which, we have five pages on Benfica, including an interview with supporter, blogger and Benfica TV contributor Joao Goncalves, who says some great things about FC United and gives us the low down on some of those who’ll be lining up against us tonight.

There’s also a lovely interview with BBC 6 Music presenter Stuart Maconie, who spoke to us over a brew in Salford about how he’s become a little smitten by the enthusiasm and radical stance of FC United’s supporters.

Packed full of great pictures, information and news you won’t find anywhere else, this bumper 44-page souvenir edition of the FCUM Review is sure to be a collector’s item and is not to be missed. If you want to get your hands on one, be sure to track down one of our sellers at the match and buy your copy before they sell out. Once they are gone, they are gone.

 

A Dignidade da Taça da Liga

thumbs.web.sapo.io.jpg

 Gosto da Taça da Liga na medida em que gosto de ver o Benfica competir. Quantos mais jogos a sério existirem para o Benfica disputar, melhor. A Taça da Liga foi uma boa ideia que serve para acabar com aquela mariquice de paragens perto do Natal e Ano Novo. Precisava de oferecer mais regalias para ser ainda mais apetecível. Se a nível monetário será complicado chegar a um prémio relevante, já a nível regulamentar podia oferecer uma entrada na Liga Europa, como acontece em alguns países que têm a mesma competição há mais tempo, Inglaterra e França, por exemplo. Falta, também, dar alguma dignidade arranjando datas que não fiquem à mercê do calendário das equipas favoritas, como tem acontecido.

 

O sucesso do Benfica nesta Taça deixa-me satisfeito e devia ser muito mais destacado até pelos próprios benfiquistas. Temos compensado nesta competição, os falhanços de antigamente em várias Supertaças que tanto contribuíram para a aproximação do rival do norte na comparação de títulos conquistados. Sendo que a Supertaça é um troféu de um jogo só, actualmente, e a Taça da Liga é mais complicada de vencer. Na lista de vencedores não há nem Sporting, nem Porto. E já se jogam finais desta prova desde 2008.

 

Quando o Benfica venceu 4 Taças da Liga seguidas houve a tentação de desvalorizar o feito. Isto porque era uma competição menor. Mas agora podemos fazer uma reavaliação por alto.O Benfica venceu 5 das 7 edições da Taça da Liga. No mesmo espaço de tempo foi campeão nacional por 3 vezes. E não foram 5 porque o pontapé de um suplente a poucos segundos do final de um clássico mudou tudo, assim como um golo em fora de jogo noutro clássico. Pormenores. Mas o que interessa é que agora já não faz sentido criticar o Benfica por só conseguir ganhar Taças da Liga quando ainda festeja a conquista de um Bi Campeonato.

Fica provado que a Taça da Liga é uma competição digna e que pode ser conquistada quando se tem uma equipa técnica que sabe gerir muito bem o plantel, o verdadeiro segredo do sucesso do Benfica nesta prova.

Em Coimbra é para ganhar, obviamente. Fechar em grande mais uma bela época e enriquecer o glorioso palmarés do Sport Lisboa e Benfica.

 

Recordar outras finais clicando em cada uma das fotos de cada final:

slb.jpgtaca1.jpg16931826_oPUUi.jpeg

11438006_jrEdp.jpeg8380854_8295k.jpeg

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/11