Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Tetra Campeões

Red Pass

Tetra Campeões

Assembleia Geral Ordinária

Os sócios do Benfica vão reunir-se em Assembleia Geral Ordinária hoje, para apreciar e votar o relatório de gestão e as contas do exercício de 2010/2011. 

A AG está marcada para as 20.30 horas e terá lugar no Pavilhão número dois do Estádio da Luz.

A apreciação e votação do relatório de gestão e as contas do exercício de 2010/2011 constitui o único ponto da ordem de trabalhos, sendo que os sócios serão chamados também a apreciar e votar o parecer do Conselho Fiscal.

O Relatório está disponível para consulta a partir do dia 22, no site do clube e na Secretaria Geral.

«Milhões da Treta»

O Standard de Liége denunciou, em comunicado, o atraso do FC Porto nos pagamentos das transferências de Defour e Mangala.

«Não obstante as transferências dos nossos jogadores Steven Defour e Eliaquim Mangala terem ocorrido em meados de Agosto, e depois de várias solicitações, o clube que ostenta o título de vencedor da Liga Europa e de campeão português não respeitou, até hoje, as suas obrigações financeiras para com o Standard de Liége», lê-se no comunicado divulgado no site do clube belga.

De acordo com a mesma nota, a direcção do clube de Liège «lamenta que o FC Porto, depois de ter beneficiado do entendimendo do Standard Liège para a transferência de dois dos seus jogadores, não se disponibilize para o apuramento da dívida relativa às transferências».

Os dragões acordaram pagar 6,5 milhões pelo passe de Mangala, e 6 milhões pelo de Defour.

in A Bola

 

Isso são milhões da treta, terá já reagido aquele presidente bem conhecido pela sua fina ironia.

Limpo

Demorou uns dias mas , finalmente, acabou aquela irritante mensagem na entrada do blog. Um agradecimento ao Pedro do Sapo na ajuda e pronta intervenção para limpar a incomodativa mensagem e um pedido de desculpas aos leitores pelo aviso desaparecido.

Trabzoncoiso

 

Só para reforçar a ideia que desnvolvi mais abaixo na crónica do jogo de ontem quero que olhem para a classificação do Grupo B. Já repararam quem o lidera? Nós eliminámos estes turcos logo a abrir a temporada e como eu disse na altura foi uma excelente eliminatória do Benfica. A todos os que lamentaram o empate na Turquia e que criticaram o facto de termos sofrido golos em vez de termos goleado, olhem bem para a tabela. Pois é.

Galati 0 - 1 Benfica

 

Há quase trinta anos estava eu a aprender com um benfiquista mais velho porque é que o Benfica tinha ficado empatado a zero no nosso estádio com uma equipa chamada Universidade (FC Universitatea Craiova). Não fazia sentido que depois de batermos ali equipas como a Roma, Zurique ou Bétis, aparecesse uma equipa com nome de estudantes a tramar a nossa meia final na Taça UEFA. Foi aí que percebi que o futebol romeno era para levar a sério e respeitar. Curiosamente, uns anos mais tarde nova meia final, agora na Taça dos Campeões, e outra vez um adversário romeno. Aí essa pessoa mais velha já nem precisava de explicar nada, eu é que descrevia ao pormenor as qualidades de Hagi e companheiros. Este valioso ensinamento veio do meu Avô materno, enorme benfiquista, que muito ajudou a desenvolver a minha cultura futebolística desde cedo.

 

Serve esta introdução para contextualizar o jogo de hoje. O objectivo foi cumprido, conquistámos uma vitória por 0-1 em Bucareste contra o actual campeão romeno. Podem dizer que era a nossa obrigação e o mínimo exigido e que devíamos era ter goleado e por aí fora. Mas eu prefiro ser realista. Nas últimas décadas todo e qualquer sorteio de grupos europeus onde entre o Benfica sempre se despreza os adversários que não sejam um dos Top 10 da Europa como o Manchester United, por exemplo. Somos sempre favoritos, é sempre para ganhar e depois vamos fazer um balanço e o Benfica não ganha um jogo fora da Luz na Liga dos Campeões desde a vitória em Donetsk! Tenho para mim que uma parte desses fracassos se deve à confiança despropositada que se monta à volta destes jogos europeus. Tirando os Manchesteres, Liverpooles, Reales, etc, desta vida é tudo fácil , é tudo para ganhar.

O futebol mudou. Mudou muito. Hoje há muitas equipas com bons argumentos por essa europa fora e é por isso que passamos a vida a ser surpreendidos, essas equipas sem o brilho do nosso palmarés europeu não querem saber do nosso passado para nada e todas as 32 equipas presentes nesta prova têm os seus trunfos. A nós cabe-nos a responsabilidade de mostrarmos um futebol à altura da nossa história como fizemos em 2005/06, por exemplo.

 

O jogo de hoje era ideal para o Benfica ganhar posição de destaque no grupo, vencer um jogo fora, não sofrer golos e mostrar que podem contar connosco para a luta do apuramento. O objectivo foi conseguido com um golo de Bruno César que dignificará o nosso emblema por esse mundo fora na altura de serem vistos os golos da jornada. Um grande passe de Gaitán e mais uma bela finalização de Bruno César.

Depois há ali uma altura que o jogo se parte e é o momento para o Benfica partir para um resultado mais expressivo e tranquilizador. Se não se consegue aumentar a vantagem nesse momento então o melhor é usar a cabeça e começar a pensar em não desperdiçar a valiosa vantagem. E foi entre estas duas situações que o Benfica no 2º tempo foi gerindo o resultado.

Jesus apostou em Saviola de inicio e Bruno César, deixando no banco Aimar e Nolito. A equipa respondeu bem e chegou ao golo decisivo ainda na primeira parte. Até aí o resulta era uma incógnita. Se os romenos marcassem aquilo podia virar facilmente uma nova versão da triste noite de Macabi onde devemos ter batido o recorde mundial de cantos a favor num só jogo com o desfecho trágico que se conhece.

 

Desta vez marcámos e acabámos com os 3 pontos com Artur ainda a ser chamado ao serviço confirmando o belo reforço que é. Eu também preferia que o jogo tivesse descambado para o nosso lado com todos os nossos remates a darem golo e houvesse uma goleada. Não foi possível, ganhámos os 3 pontos que é o mais importante. É preciso não perder a noção que apesar da evidente superioridade do nosso futebol isto não foi uma noite de Taça de Portugal jogada em Torres Novas, foi uma vitória em Bucareste , no estádio que vai receber a final da Liga Europa, contra o campeão romeno.

 

Dois jogos 4 pontos, um deles contra o vice campeão europeu, é satisfatório. Provavelmente é um a mais do que muitos esperavam nesta altura. Como não temos memória curta não vamos cair no erro de lamentar a dimensão da vitória mas sim saborear a excelente carreira europeia até aqui que o Benfica tem feito, não esquecendo que em Julho muitos abutres previam uma saída inglória antes da fase de grupos por causa da Copa América e das dispensas e das transferências e do plantel com excesso de jogadores. Vamos para Outubro na frente internamente e externamente.

Este cenário ia deliciar o meu avô que se fosse vivo estaria agora a explicar-me a evolução do futebol helvético já a preparar-me para o duplo confronto com o Basileia. A vitória de hoje é para ele. Ganhámos a uns romenos, sempre incómodos, segundo ele, na noite de 27 de Setembro, o dia em que nasceu.

Pág. 1/6