Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Red Pass

Blog pessoal dedicado ao Benfica

Red Pass

Blog pessoal dedicado ao Benfica

UEFA.com Escolhe o 11 da Temporada em Portugal Com 6 Benfiquistas

CF2lCHYW0AAUPKo.jpg

 São seis os jogadores do SL Benfica – Júlio César, Luisão, Jardel, Pizzi, Gaitán e Jonas – que integram o “onze” ideal da Liga NOS escolhido pela redação portuguesa da UEFA.com. Terminado o Campeonato, com a conquista do segundo título consecutivo, o SL Benfica domina, naturalmente, a lista.

 

“Na baliza, Júlio César assumiu a titularidade no Benfica à quarta jornada. Foram inúmeras as intervenções de grande classe efetuadas ao longo da época, muitas delas decisivas para a conquista do título”, pode ler-se no site oficial da UEFA sobre o internacional brasileiro.

 

O capitão Luisão, que lidera o grupo dentro e fora das quatro linhas, foi descrito pelo órgão como “igual a si mesmo, liderando a equipa a partir de trás com a tranquilidade de sempre e tendo ainda tempo para assinar quatro golos na Liga.”

 

O bom nível de Jardel no eixo da defensiva do Benfica foi bem destacado. “A seu lado [Luisão], Jardel conquistou em definitivo os adeptos, mostrando-se mais consistente a cada jogo que passava e marcando um dos golos mais importantes da época, aquele que, no Estádio José Alvalade, já no período de descontos, valeu ao Benfica a conquista de um precioso ponto na visita ao rival Sporting Clube de Portugal”, lê-se na página.

 

A redação portuguesa da UEFA.com considerou ainda Pizzi “fundamental para a conquista do Bicampeonato”. “O internacional português, habituado a jogar como extremo, não estranhou o lugar e assumiu o comando do meio-campo das "águias" ao longo de toda a segunda volta”, destacam.

 

O extremo argentino de 27 anos, que chegou à Luz em 2010, tem dado nas vistas pela sua “magia”: “Nicólas Gaitán alinhou em 27 partidas no ataque do Benfica na Liga portuguesa esta época e, com a magia de sempre, foi o rei das assistências da prova, fazendo 12 passes para golo.”

 

Esteve até ao último minuto na luta para ser o melhor marcador da I Liga. E teria sido, não fosse o golo mal anulado na última jornada com o Marítimo. Jonas, goleador nato, mereceu os elogios do UEFA.com. “Jonas, por seu lado, no seu primeiro ano de "águia" ao peito foi o matador de que o Benfica precisava, fazendo esquecer por completo Óscar Cardozo ao apontar 20 golos na prova”, sublinham.

 

in Benfica

Estágio em Inglaterra Cancelado Devido à Champions Cup

ng61E384CD-49A6-4438-9EE3-8308D1E1A1E7.jpg

O Benfica tem de cancelar o estágio na casa das Selecções de Inglaterra devido à confirmação de participação na prestigiada Champions Cup.

O Derby County anunciou este domingo no site oficial que o jogo de preparação frente ao Benfica, agendado para 28 de julho, foi cancelado devido à participação do bicampeão português na Champions Cup, que se disputa em finais desse mesmo mês nos Estados Unidos.

Fica igualmente sem efeito o encontro com o Burton Albion (dia 21), outro desafio previsto para o estágio que o Benfica ia realizar no St. George’s Park, casa das seleções de Inglaterra.

Hoje é Dia

CF1vaEoWgAA8pOL.jpg

É dia de levarmos a Luz vermelha ao coração da Capital e saudar os Bi Campeões na Praça do Município na Câmara Municipial de Lisboa. A partir das 18h. Melhor que as iluminações de Natal da cidade.

Benfica 4 - 1 Marítimo: A Festa e o Colo Que Roubou Jonas

jn.jpg

 Terminar desta maneira o campeonato na nossa casa, é o sonho de qualquer adepto. De 17 de Agosto até agora foi uma longa viagem com um percurso quase perfeito no Estádio da Luz. Chegar à ultima paragem já com o título reconquistado é uma enorme alegria para viver em festa. Levar a sério o desafio de ajudar os dois avançados do Benfica a chegarem ao topo da lista de melhores marcadores é prova da ambição e competitividade do nosso plantel.

Este foi o mote para termos um jogo de altas emoções mesmo com o principal objectivo já cumprido.

Jesus apostou no seu "11" ideal e a equipa partiu em busca dos golos. O primeiro chegou cedo, Lima foi quem marcou. A resposta do Marítimo foi muito interessante e ficou o aviso para o último jogo da época na próxima semana em Coimbra. Os madeirenses apresentaram momentos de bom futebol, obrigaram Júlio César a brilhar ao mais alto nível e chegaram merecidamente ao empate ainda na primeira parte.

 

Ao intervalo Jorge Jesus optou por tirar Pizzi e lançar Talisca só por opção técnica. Uma substituição que iria deixar alguém triste no banco de suplentes. Mukhtar, Sílvio e Paulo Lopes, um deles não ia ser campeão nacional oficialmente.

A decisão de Jesus ficou ainda mais ensombrada quando o azarado Salvio se lesiona com gravidade e tem de abandonar o relvado. Como já tinha sido lançado Sílvio, sobrava para Paulo Lopes a amargura de não entrar em campo. Uma dor que se estendeu às bancadas onde o guarda redes é tão acarinhado e viu o seu nome entoado em jeito de consolação.

salvio.jpg

Faltava então resolver duas questões no resto do jogo.

Ganhar a partida e fazer golos. Como o Benfica fez o 2-1 ainda antes do intervalo por Jonas, havia a esperança que o brasileiro fizesse mais dois golos.

O 3-1 só chegou ao minuto 60 e por Lima. O Estádio da Luz vibrava como se a equipa precisasse destes golos para ser campeã.

Aos 68 minutos o momento mais simbólico do dia. No campeonato do colinho, na Liga que tantos quiseram dar como oferecida pelos árbitros, ficou bem claro o que é que tivemos de aturar o ano todo. Jonas agradece a oferta de Gaitán e faz o seu 2º golo com muito tempo de sobra para ir à procura do último golo que lhe valia o título de melhor marcador da competição. A equipa de arbitragem conseguiu anular de maneira inqualificável um golo limpíssimo e assim garantir que Jackson ficasse com a Bola de Prata. Como já em Guimarães vi o Benfica ser vergonhosamente roubado num golo em que não havia qualquer fora de jogo, fica aqui para memória futura o que é o tal colinho. Sempre resultou para os rivais a campanha do colo, façam bom proveito do título de melhor marcador.

jnn.jpg

De qualquer maneira, Jonas, e toda a equipa, continuou a lutar. As bancadas pediam mais e empurravam o Benfica para o ataque. Aos 83 minutos chega o 4-1, Sílvio dá a bola para Jonas fazer mais um golo.

A pressa com que se reatou o jogo até atrapalhava o Marítimo que já estava a ser goleado e não conseguia parar aquela força encarnada.

 

Últimos minutos de emoção e adrenalina com todo o estádio a acreditar em mais um golo. Seria perfeito mas não aconteceu. Foram também momentos para olhar para Maxi e Gaitán na esperança de não ser a última vez que os víamos ali de vermelho e branco.

nico.jpg

O último instante do jogo é um livre directo de Jonas para a baliza grande. A bola passou um pouco ao lado da baliza de Wellington. Não houve golo mas ficou a impressionante relação construída em menos de um ano entre benfiquistas e Jonas. Para a próxima época será um dos nossos grandes trunfos.

 

Final de jogo, final de caminhada, festa de arromba na relva e na bancada. Sentimento de objectivo cumprido, alegria por duas épocas seguidas a festejar o título mais apetecido. O que se sente entre companheiros de bancada e de viagens nestas alturas é uma euforia inexplicável. Festejar entre família na nossa casa é das melhores emoções da vida.

 

Ver o estádio cheio à luz do sol risonho, olhar para o relvado e à sua volta e não detectar forças policiais é um alívio e o ambiente fica muito mais bonito e leve.

A festa da entrega do troféu de campeão teve dois momentos simbólicos que importa destacar. Desde logo a anunciada presença dos dois miúdos que viveram uma negra tarde em Guimarães, espero que as emoções de ontem ao lado dos seus heróis tenham ultrapassado todos os traumas.

fest.jpg

 E o pormenor de termos no relvado crianças com o equipamento de cada um dos clubes que participaram neste campeonato. De todos os clubes. Sim, duas crianças com as cores do Sporting e do Porto lá estavam a cumprimentar um a um todos os campeões nacionais. Sem complexos, sem problemas, à Benfica!

 

Bonita e merecida festa.Bi Campeões!

Sexta feira há mais.

 

Todas as fotografias: João Trindade